Samba Concorrente I Tijuca: Jussara Cândida e Célia Carnaval

 

Autores: Jussara Cândida e Célia Carnaval


EU VIM DA LUZ QUE MATIZOU A ESCURIDÃO
SOU FILHA DA ÁFRICA!
ORUNMILÁ ME DEU O DOM DA CRIAÇÃO
SOU GRANDE MÃE, SENHORA DA TRANSFORMAÇÃO
FEITICEIRA E GUEREIRA
NESTA NOITE DE ESPLENDOR,
DANÇO PARA A VIDA, DESFILO A MINHA GLÓRIA,
SOU RAINHA COM PERFUME SEDUTOR


SEM NUNCA FUGIR DA LUTA
REINEI COM AMOR E FORÇA BRUTA
QUANDO O NOVO MUNDO ME ESCRAVIZOU
BELEZA EM LIDA O ARTISTA ETERNIZOU (SOU FLOR)


SOU FLOR DE RESISTÊNCIA, SEM NEGAR A MINHA CRENÇA
VIREI QUILOMBOLA, VENCI SOFRIMENTOS
AO SOM DOS TAMBORES ENTOEI LAMENTOS
TECI HISTÓRIAS, ME TORNEI VITORIOSA.
SOU GINGA, SOU SAMBA NO PÉ
E COM UMA PITADA DE AXÉ JUNTEI BALLET COM CANDOMBLÉ
ESTRELA DO CÉU DO MUNDO INTEIRO
BRILHO DE OURO OFUSCANDO O PRECONCEITO
GRANDE FONTE DE INSPIRAÇÃO
MEU CANTAR FAZ ENCANTAR SEU CORAÇÃO
DERRUBEI BARREIRAS E FRONTEIRAS
E VIREI SÍMBOLO DE FÉ DESTA NAÇÃO


HOJE EU PEÇO COM FERVOR, NOSSA SENHORA
ABENÇOE COM AMOR NOSSA VITÓRIA
COM MEU IMPÉRIO DA TIJUCA, EU DEVOTO A MINHA FÉ
Á NEGRA MÃE, Á NEGRA PÉROLA MULHER