Samba-enredo da Rosas de Ouro levanta o Anhembi no último ensaio técnico da escola

logo-300-250bSe o samba-enredo é como dizem mais da metade de um desfile de escola de samba, a Rosas de Ouro pode sonhar com o campeonato em 2018. A obra da agremiação, uma das mais bem avaliadas do carnaval de São Paulo neste ano, foi a grande protagonista de mais um bom ensaio técnico da Roseira no Anhembi. Agora, a azul e rosa só volta a pisar na avenida para seu desfile oficial, já na manhã de sábado de carnaval.

Samba-Enredo e Harmonia

Royce do Cavaco comandou uma arrancada muito forte e a escola entrou quicando no Anhembi. O rendimento do samba se manteve o tempo todo bem linear e forte nas alas. A se destacar apenas o pouco canto dos grupos que vieram nas áreas demarcadas como alegorias. As composições da Roseira precisam cantar um pouco mais.

– Nosso samba realmente está na boca do povo. Agora é terminar a preparação para realizar um grande desfile e buscar esse título tão sonhado – destaca Royce.

Evolução

rosasdeouro_ensaiotecnico_27012017dsc07735-copyQuesito em que a escola raramente enfrenta dificuldades, dado o seu conhecimento de técnica de desfile. A evolução da Rosas de Ouro veio acompanhada de alas muito mais espontâneas, brincando de maneira mais solta. Não houve qualquer tipo de buraco, nem de correria ou lentidão.

Bateria

A bateria Com Identidade, de mestre Rafa, realizou uma apresentação segura, empolgando o público com as bossas que certamente serão feitas no dia do desfile oficial.

Comissão de Frente e Mestre-Sala e Porta-Bandeira

A comissão de frente levou um elemento cenográfico todo coberto por um plástico preto para sua apresentação, o que indica que pode ser o do desfile oficial e uma apresentação também com movimentos do que pode ser feito na avenida. O casal Marquinhos e Isabel veio em seguida e enfrentou algumas dificuldades com o forte vento que bateu na pista do Anhembi nesta madrugada.

Outros destaques

A escola prestou uma emocionante homenagem ao funcionário Paulão, morto essa semana. Um dos responsáveis pelas alegorias da escola estava com o rosto estampado em camisas e foi possível ver muitas pessoas chorando quando a presidente Angelina Basílio pediu um rufar de bateria para o amigo.