Sem confirmação de Wander Pires, Unidos de Bangu pode fechar com Quinho

 

 

A Unidos de Bangu sondou o intérprete Quinho para dividir o microfone principal da agremiação ao lado de Marcelo Rodrigues. A vermelho e branca chegou a cogitar trazer Wander Pires, que em 2014 cantou na Imperatriz, mas um problema de agenda, pois o intérprete também canta no carnaval de São Paulo, emperrou o acerto. Quinho deixou o Salueiro, onde foi a voz principal por 20 carnavais, após uma briga política com a presidente Regina Celi.

Ao CARNAVALESCO, o cantor revelou a sondagem e declarou estar muito lisonjeado. – Fui procurado pela escola, e apresentei uma contra-proposta. Se tudo se concretizar ficarei muito feliz em defender as cores da Unidos de Bangu, que retorna à Sapucaí depois de tanto tempo, afirmou.

Quinho não se furtou a falar sobre sua dolorosa saída do Salgueiro. – Eu acho que merecia maior respeito, eu tenho 23 anos de Salgueiro, como eu não sou sócio? A administração da presidente Regina foi maravilhosa, nunca neguei, mas tenho democraticamente o direito de pleitear ser presidente da escola onde eu vivi por mais de duas décadas.

Quinho iniciou a carreira na União da Ilha do Governador. Chegou ao Salgueiro no Carnaval 1991 e retornou em 1993, onde defendeu o lendário "Explode Coração". Depois de idas e vindas, assumiu definitivamente o microfone salgueirense em 2003 onde ficou até o carnaval desse ano.

Comente: