Sem patrocínio da Globo, São Clemente busca o seu ‘Horário Nobre’

Segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013, 21 horas, neste momento a São Clemente estará entrando na Marquês de Sapucaí e buscando fazer da Avenida o cenário de seu horário nobre. Se até o ano passado, a luta por título no Grupo Especial era um sonho praticamente impossível, a Preto e Amarelo mostrou no último carnaval que cresceu e apareceu para brigar entre as grandes, mesmo que o reconhecimento por parte dos julgadores não tenha vindo. A agremiação, 11ª colocada em 2012, entregou na noite desta quarta, em sua quadra de ensaios, a sinopse do enredo ''Horário Nobre'', que falará sobre as telenovelas, em especial da TV Globo. Idealizador do enredo, o vice-presidente clementiano, Roberto Almeida Gomes, garantiu que não haverá nenhum tipo de patrocínio por parte da emissora.


– Não tem patrocínio nenhum da Globo. Vamos seguir essa linha global porque é o carro-chefe das novelas. Estamos usando o que há de melhor. Levar uma mensagem que o brasileiro vai gostar de receber, mas em momento nenhum houve qualquer tipo de abordagem sobre patrocínio. Vamos para o carnaval com as mesmas parcerias que tivemos em 2012.


Quando o dirigente diz ''mesmas parcerias'', leia-se também mesma filosofia que fez da escola uma das grandes sensações do Carnaval 2012. Os ensaios temático do pré-carnaval passado, que retratavam diversos musicais – tema do enredo de 2012 – estão mantidos na programação da São Clemente.


– Todo o planejamento de 2013 será mantido dentro dessa linha. Parcerias e em cada ensaio falar de um tema diferente relativo às novelas. Vamos convidar vários artistas e manter a casa sempre feliz, alegre e colorida. Quem é São Clemente cada vez mais tem orgulho de dizer que torce pela escola. Antigamente não era assim. Vamos fazer um carnaval tão grande como o último.


Após a divulgação oficial do tema, especulou-se uma possível interferência da Rede Globo na escolha do enredo, mas de acordo com Roberto, a ideia surgiu durante uma conversa com seu irmão e presidente da escola, Renato Almeida Gomes, e alguns diretores.


– Queríamos dar continuidade a esse trabalho de 2012. Conversávamos numa roda e começamos a falar sobre o Carnaval de 2013. Fiz uma pergunta: o que seria tão parecido quanto o carnaval que passou? Da mesma forma que perguntei, acabei respondendo, são as novelas! As novelas atingem a todas as famílias e classes sociais. Todo mundo tem uma novela dentro de si. Fiz alguns esboços, apresentei ao Renato (Almeida Gomes, presidente da escola), ao Fábio Ricardo, ao Milton Cunha e nasceu esse trabalho.


A partir de então, o talentoso carnavalesco Fábio Ricardo passou a pesquisar sobre o tema e ouvir as preferências das pessoas. Fabinho conta que a ideia inicial era falar somente das novelas engraçadas, hipótese que foi descartada após uma conversa com a diretoria. Ele sempre viu este enredo de forma bastante positiva.


– O brasileiro é reconhecido, entre outras coisas, pelo carnaval e pelo sucesso que as novelas brasileiras fazem pelo mundo. Vamos juntar as duas coisas. Quero agradar o público, mostrar na Avenida o que ele quer ver. Até por isso tive a ideia da logo ser uma TV com diversos personagens marcantes dentro dela e pesquisei no boca a boca, quis saber qual era a novela preferida das pessoas. Peço para os compositores que façam o melhor samba que já passou na Avenida. Vamos para as cinco primeiras posições –  disse ele, animado, em discurso na quadra.

 

Após a pesquisa, o carnavalesco começou a trabalhar em conjunto com Milton Cunha, autor da sinopse, que transformou em texto todo o conteúdo que a São Clemente levará para a Sapucaí em 2013. Milton, inclusive, foi o responsável pela produção de um vídeo exibido na quadra e pela explanação no ato da entrega da sinopse. Ele também estará presente nos ensaios temáticos da escola. Sempre antenado com o aspecto social dos temas que costuma trabalhar, Milton comentou.


– A novela é o espelho da nossa sociedade, um espelho mágico. A vida dos brasileiros é pautada por ela, que influencia até no nosso PIB (Produto Interno Bruto). Os bordões e os sotaques dos personagens marcantes são repetidos nas cidades Brasil afora. Todos nós somos filhos de Janete Clair e Dias Gomes, além de sobrinhos de Ivani Ribeiro e o nosso horário nobre será às nove da noite da segunda-feira de Carnaval em 2013. As nossas vidas, assim como as novelas, são obras em aberto. Um personagem tem um início, mas o futuro dele, só o desenvolvimento da história vai mostrar.

 


O vídeo preparado por Milton teve uma ligação afetiva com a história da São Clemente. Ao referir-se à novela ''Pai Herói'', uma homenagem a Sr. Ivo Almeida, fundador da São Clemente e pai do atual presidente Renato Almeida Gomes, foi feita. O episódio chegou a emocionar membros da família clementiana que assistiam à apresentação. Antes, o presidente da Preto e Amarelo falou aos presentes.


– O nome Rede Globo não pode aparecer no samba. Não quero nenhum puxa-saquismo. O enredo foi uma escolha do Roberto e vamos continuar buscando o mesmo padrão que levamos para o último desfile. Não sabia nem o que era  'Bububú no Bobobó', mas foi aquela coisa linda que nós vimos na Sapucaí. Estou animado e ansioso.


No vídeo, a escola procurou apresentar de forma mais didática aos presentes a ideia do enredo. Cenas e personagens marcantes de diversas novelas fizera quem estava na quadra da São Clemente fazer uma verdadeira viagem pela história da dramaturgia brasileira. Se o resultado será o mesmo que o do ano passado, só o tempo dirá, mas o vice-presidente Roberto Almeida Gomes promete.


– A nossa crença é melhorar, mas no mínimo manter o nível. Uma coisa é subir do Grupo A todo quebrado, com carros num menor tamanho, barracão vazio e mão de obra despreparada para alcançar o nível do Grupo Especial Em 2011, já tínhamos feito um grande carnaval. Mantivemos a equipe e a escola sem dívidas. Imagina este ano, que melhoramos bastante o nível.


A partir do dia 15 de julho, encontros para que os compositores possam tirar possíveis dúvidas serão marcados no Centro Cultural da Escola, que fica próximo ao Campo de Santana.

 

Comente: