Seminário exalta alegria e irreverência dos antigos carnavais da Ilha, São Clemente e Caprichosos

A série “Escola de Inovação” volta à FINEP nesta sexta-feira, a partir de 19h, para homenagear as histórias de União da Ilha do Governador, São Clemente e Caprichosos de Pilares. O título do seminário é: “Como será o amanhã? Saudade da alegria, irreverência e do samba que sambou”. A partir da década de 70, enquanto algumas escolas cresceram por intermédio da riqueza plástica, estas agremiações resolveram “combater” na pista com as armas da alegria, irreverência e originalidade, eternas marcas do carnaval de rua.

Quem não se lembra de “O Amanhã” (1978) e “É hoje” (1982), clássicos da União da Ilha gravados por diversos cantores da MPB? E do desfile “Saudade”, da Caprichosos, em 1985, que marcou época com o refrão: “Tem bumbum de fora pra chuchu, qualquer dia é todo mundo nu”?

A São Clemente – que acaba de completar meio século de vida – foi outra que não ficou para trás ao proclamar, em 1990: “Virou Hollywood isso aqui!”, uma das maiores críticas ao crescimento exagerado das escolas de samba. A ideia do evento é questionar: é possível voltarmos aos bons tempos dos desfiles mais leves e enredos politicamente incorretos?

E como “a tristeza nem pode pensar em chegar”, os convidados são a carnavalesca e comentarista Maria Augusta, o carnavalesco e articulista Luiz Fernando Reis, o carnavalesco da São Clemente, Fábio Ricardo, o jornalista e assessor de imprensa da Liesa (Liga Independente das Escolas de Samba), Vicente Dattoli, o jornalista Anderson Baltar e o compositor Carlinhos Fuzil.

Criados há dois anos, os debates gratuitos da série “Escola de Inovação” apresentam ao público diversos personagens e desfiles marcantes da Avenida Marquês de Sapucaí. Já passaram pela FINEP personalidades ligadas ao universo das escolas de samba como Neguinho da Beija-Flor, Sérgio Cabral, Paulo Barros, Elza Soares, Pinah, Fernando Pamplona, Rosa Magalhães, Renato Lage, Dodô da Portela, entre outros.

Até o próximo carnaval, está agendado mais um seminário, desta vez em homenagem ao Império Serrano e ao trabalho de Dona Ivone Lara, a primeira mulher compositora de samba-enredo.

SERVIÇO

Espaço Cultural FINEP
Praia do Flamengo, 200 – Pilotis (Próximo à Estação Largo do Machado, do Metrô)
Data: 04/11 (sexta-feira) – 19 horas
Entrada Franca (Não há necessidade de inscrição prévia)