Série Barracões: a homenagem da Alegria da Zona Sul para Beth Carvalho

0 Flares 0 Flares ×

alegria2“Madrinha, divina dama. O povo te aclama, não é pecado sambar”. Esses são os versos do samba-enredo da Alegria da Zona Sul, que possui sua comunidade nos bairros Pavão-Pavãozinho e Cantagalo. A escola, que é uma das mais novas na Série A do carnaval carioca, resolveu pegar para si a responsabilidade de homenagear uma das mais ilustres sambistas de todo o Brasil: Beth Carvalho.

A madrinha, como é chamada por seus afilhados, já foi enredo da Unidos do Cabuçu, em 1984, e trouxe a escola de volta ao Grupo Especial. Recentemente, ela também foi homenageada pelo Acadêmicos do Tatuapé, escola do carnaval paulistano, mas por questões de saúde não pode desfilar.

alegria6Seguindo a série de barracões das escolas de samba, o site CARNAVALESCO foi até a fábrica de alegorias da Alegria da Zona Sul, localizada na Avenida Binário. E conversou com o carnavalesco Marco Antônio sobre o projeto de 2017.

– Era um sonho antigo que tinha, homenagear a madrinha do samba. Já tinha guardado há quatro anos. Tentei fazer em outras ocasiões, mas devido aos problemas de saúde da Beth não consegui. Então para mim esse ano está sendo maravilhoso, um prazer de verdade. Em conversa com a homenageada, peguei três datas chave para o enredo: os 100 anos do samba, 50 de carreira dela e 70 de idade, e ela topou prontamente. É muito prazeroso porque além do projeto ter a total aprovação dela, está ficando muito bonito.

alegria3Com presença confirmada no desfile, assim como foi no ensaio técnico, o carnavalesco conta com empolgação e detalhes onde a madrinha virá.

– Em nosso último carro fazemos uma menção ao prêmio recebido por ela na Grécia, nos anos 80. Era como se fosse uma olimpíada musical. Nesse carro vem a Beth com diversos convidados por ela. Duas coisas que me chamaram muita a atenção e foco são, é claro, a paixão pela Mangueira e o time do Botafogo. Isso não podia ficar de fora – comentou.

Mesmo com a crise, que já atingia em 2016 as escolas de samba, a Alegria tem mostrado um excelente crescimento de produção nos seus carros alegóricos e fantasias nos últimos anos. Bem centrado, Marco Antonio afirma que a escola manterá o nível dos últimos anos com algumas melhoras.

alegria5– É um ano bem difícil, um carnaval difícil de fazer devido a crise. Estamos reaproveitando esculturas, porém com uma roupagem nova. Não é a primeira vez que faço isso, já usei nos meus outros carnavais. Apesar desse ano está sendo complicado, nesse carnaval apostei no tradicional. Com tecidos bem usados, porém se bem dosados dão um efeito legal. Pastilhado e veludo bem trabalhados vão me dar um resultado positivo. Será bem acabado, com luxo e suntuoso.

Além dos 70 anos de idade da madrinha, diversas datas e curiosidades estarão no desfile. Apesar de ser o responsável pelo desfile, o carnavalesco contou com a ajuda ilustre da própria homenageada para montar o enredo historicamente. Sem deixar que faltasse datas importantes e que fizeram a diferença na vida da Beth.

alegria4– A Beth Carvalho me confidenciou que nunca esteve no Japão, por exemplo. E lá é um dos lugares que ela vende mais discos, chegando a atingir recordes. Tem uma fantasia que representa o mundo por onde ela levou sua canção, e o Japão é um deles, mesmo ela nunca estando lá. Quero passar a emoção, e parece que estou conseguindo. Ela é uma pessoa muito querida, todos gostam bastante dela. Já estamos conseguindo passar essa emoção no pré-carnaval e acredito que no desfile será ainda mais.

Segundo o artista, seus projetos possuem um belo trabalho de iluminação e 2017 contarão com alguns detalhes a mais. Para que os carros tenham mais vida e evidenciem o que é necessário.

– Iluminação é um ponto que gosto muito, quem acompanha meu trabalho pode observar que meus carros são muito bem iluminados. Acredito que esse ano as pessoas vão ter uma iluminação ainda mais diferente na Alegria. Teremos o uso do LED, que eu gosto bastante, vamos ter efeitos legais que estou apostando muito pois ajuda a desenvolve bastante as alegorias. Destaco no nosso desfile, além da iluminação, nosso abre-alas e a comissão de frente que está muito emocionante. Quando foi apresentada para a Beth ela ficou emocionada, são vários efeitos. Vai ser uma grande surpresa representando “O Sonho da menina”.

Com quatro setores no desfile, Marco Antônio setorizou como a escola vermelho e branco da zona sul irá para a avenida.

Setor 1
100 anos do samba, ritmo musical da Beth Carvalho. Haverá samba de rua, gafieira, samba de caboclo e samba-enredo.

Setor 2
O morro da Mangueira, bossa nova e festivais que participou.

Setor 3
O subúrbio carioca com Cacique de Ramos.

Setor 4
Eu vou festejar! As conquistas da Beth, a paixão pelo Botafogo e a Estação Primeira de Mangueira. Locais por onde ela passou.

Ficha Técnica do Barracão

Enredo: Vou Festejar… Com Beth Carvalho, a Madrinha do Samba
Carnavalesco: Marco Antonio
Alas: 20
Alegorias: 4
Tripés: 1 objeto cênico
Atelier: Fernando Magalhães
Ferragem: Marcelo
Esculturas: Esquerdinha
Parintins: Esquerdinha
Pintura de arte: Esquerdinha
Carpintaria: Jorginho
Costura: Atelier Thiago Matias
Iluminação: Peter
Aderecistas: 3 equipes. Klebson, Juninho e Paulo de Maricá
Número de componentes: 2000
Baianas: 50 – As rosas não falam
Bateria: Cacique de Ramos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×