Série Barracões: Renascer quer fazer carnaval da superação

Por Diogo Cesar Sampaio

Após viver um dos pré-carnavais mais dramáticos de sua história, a Renascer busca inspiração no seu próprio nome para ressurgir das cinzas. Pelo segundo ano consecutivo na agremiação, Raphael Torres, que assina o carnaval ao lado de Alexandre Rangel, conversou com site CARNAVALESCO, e contou como a escola pretende superar as adversidades e apresentar um desfile digno em 2018.

renascer_carnavalescos– O nosso grande trunfo é a garra da comunidade. Tenho certeza que devido ao incêndio a escola está mais unida e com muita vontade de apresentar um grande desfile – assegurou.

A escola que teve seu barracão na Zona Portuária do Rio devastado por dois incêndios nesse pré-carnaval, enfrenta também um cenário financeiro caótico. Com grandes dificuldades, assim como todas as suas coirmãs da Série A, a Renascer teve de lidar com fato de não ter um lugar para construir seu carnaval e nem material, ambos consumidos pelas chamas. Contando com doações e todo o tipo de ajuda do mundo do samba para se reerguer, a Renascer se diz prepara para disputar de igual para igual na Sapucaí.

– Temos que ser muito gratos à Imperatriz Leopoldinense pela ajuda que nos deram. Ajudaram com esculturas, carro alegórico e todos os tipos de materiais. Hoje, estamos fazendo as nossas alegorias no novo barracão que foi construído, e o abre-alas na cidade do samba. Acredito sim que a escola deve ser julgada normalmente, até porque temos barracão e estamos com 80% do nosso carnaval pronto. O peso não foi o incêndio, o peso todo foi o descaso da prefeitura com o atraso da subvenção – afirmou Raphael.

O carnavalesco também confidenciou que devido ao momento, a escola abriu mão de artifícios como movimentação de esculturas nas alegorias. Também afirmou sobre sua grande aposta em materiais alternativos como forma de superar a falta de verba.

– Não, na atual crise isso é incompatível com nossa realidade. Nossa aposta é em materiais alternativos e de efeito. Folhas de garrafa pet, pregador de madeira e muita palha – declarou.

O enredo

renascer01Trazendo o enredo “Renascer de flechas e de lobos”, a escola comemora e relembra os 60 anos de uma das obras mais importantes do maestro Villa-Lobos. O carnavalesco Raphael Torres contou da onde surgiu essa ideia:

– O enredo surgiu na vontade de falar da floresta amazônica, sendo que de uma forma cultural. Foi na pesquisa que descobrimos que em 2018 a obra de Villa-Lobos “Floresta do Amazonas” completa 60 anos. E o que chamou nossa atenção foi a riqueza de informações que esse enredo poderia proporcionar para um ótimo desfile.

Sobre possíveis comparações com outros enredos ou homenagens a Villa-Lobos que já tenham passado na Sapucaí, Raphael diz não se preocupar. O carnavalesco garante que a escola trará outra abordagem e visão do tema, ainda não explorada.

– O enredo da Renascer é baseado na floresta Amazônica, na qual Villa-Lobos se inspirou para compor suas obras. Os demais enredos apresentados na Sapucaí fizeram um apanhado geral de suas obras. O diferencial é a homenagem aos 60 anos da suíte sinfônica Floresta do Amazonas – garantiu.

O desfile da Renascer em setores:

renascer02Setor 1

– Descobrindo a Amazônia. Vamos retratar a beleza da floresta amazônica na qual inspirou Villa-Lobos.

Setor 2

– A exuberante fauna. Vamos retratar a sonoridade da rica e exuberante fauna amazônica, destacando a obra ” Alvorada na floresta tropical”.

Setor 3

– Mistério e encantos. Vamos retratar as lendas folclóricas da região, destacando a obra “Uirapuru”.

Setor 4

– A Suíte Floresta do Amazonas. Vamos retratar as obras que fazem parte da suite floresta do Amazonas e fechar com uma homenagem a Villa-Lobos e aos 60 anos de existência da suíte sinfônica “Floresta do Amazonas”.

Ficha Técnica – Renascer de Jacarepaguá:

Presidente: Antônio Carlos Salomão
Carnavalescos: Raphael Torres e Alexandre Rangel
Gestora de Carnaval: Tatiana Mello
Comissao de carnaval e harmonia: Tatiana Mello, Cristiane Apolinário, Alexandre Dias, Alexandre Almeida e Adriano Amaral
Intérprete: Diego Nicolau
Enredo: De flechas e de lobos
Componentes: 1800
Alegorias: 4
Cores: Vermelha e Branco

Um comentário em “Série Barracões: Renascer quer fazer carnaval da superação

Os comentários estão desativados.