Depois de se firmar no Grupo Especial, São Clemente aposta em Luís XIV para entrar nas campeãs em 2017

ensaio_sao_clemente-41
Fotos de Vinicius Vascocelos

A São Clemente vem para 2017 mais atual do que nunca, ainda que o enredo trate de um período bem antigo na história. É que a escola levará para a avenida a França do rei Sol, Luís XIV, que teve como marca a gastança generalizada por parte dos governantes. Nada mais contemporâneo. E para executar um trabalho em nível elevado de qualidade é preciso muita preparação, para que em 2017 os resultados nos “quesitos de chão” sejam melhores do que 2016. Em Harmonia, por exemplo, a escola recebeu 9,8; 9,9; 9,9 e apenas uma nota 10. Em Evolução, o desempenho foi ainda pior, com a escola recebendo três notas 9,8 e uma de valor 9,7.

ensaio_sao_clemente-33O site CARNAVALESCO acompanhou os ensaios na quadra da escola, e verificou que, no que diz respeito a samba-enredo, os componentes estão afiados, com o samba na ponta da língua. Os segmentos da escola também têm marcado presença nos ensaios e de forma intensa, um grande envolvimento por parte dos membros da São Clemente. O presidente da escola, Renato Almeida Gomes, que teve como um dos grandes desafios dessa preparação para o carnaval 2017 ter conseguido recuperar a quadra da São Clemente, falou durante um ensaio na quadra, sobre o trabalho que está sendo feito.

– Em 2016, faltava esse grande samba que aconteceu agora para o carnaval de 2017, então estou feliz demais, um samba muito bom. E a Rosa (Magalhães) sempre fala que o samba é 50% do nosso desfile, então isso já ajuda demais. E o enredo é muito alegre, colorido, e o samba combina com isso. E estamos tranquilos no andamento do barracão, o que nos dá algum conforto – explicou Renatinho.

ensaio_sao_clemente-37Já o diretor de harmonia da escola, Marquinhos Harmonia, falou do que foi feito até agora e o que ainda vem pela frente para que a São Clemente consiga alcançar o tão sonhado lugar nas campeãs.

– A São Clemente, visando uma boa colocação, busca algum diferencial, e acredito que o desse próximo carnaval, graças a Rosa Magalhães, é um enredo que fala da França, com um nome diferente, mas que é brincalhão, que é alegre, a cara da São Clemente, e isso chegou até os compositores, que se aprofundaram na proposta e fizeram grandes sambas. E escolhemos o melhor, que é diferenciado. Na sátira, na irreverência, a gente mostra o que é a São Clemente. Juntando o bom samba ao trabalho da Rosa, a São Clemente mostra a sua força. Estamos muito felizes, com samba espetacular, e tenho certeza que com os ensaios, a preparação, a escola chegará pronta para fazer bonito na avenida – disse.

ensaio_sao_clemente-28Todas escolas possuem o desafio de enxugar pessoal para o próximo desfile, já que, pelas mudanças nas regras, o número de desfilante precisou ser reduzido. Para ser justa, a São Clemente tem optado por adotar o seguinte procedimentos: os mais assíduos aos ensaios terão lugar cativo no desfile. A ala de baianas, por exemplo, deve vir com 80 desfilantes, e o diretor responsável pela ala garantiu ao CARNAVALESCO que quem não comparece aos ensaios não irá desfilar.

Bateria, casal e carro de som já estão a todo vapor na preparação para o carnaval

Na bateria comandada pelos mestres Gil e Caliquinho, a missão é fazer o melhor arranjo para sustentar o samba oficial da escola. Para isso, contará com 270 ritmistas na avenida. Mestre Caliquinho falou sobre a importância dos ensaios com a comunidade clementiana nessa preparação para o carnaval.

ensaio_sao_clemente-11– Em 2017, a São Clemente vem com uma batida mais cadenciada, porque estamos mais preocupados em fazer esse samba se tornar antológico. Não é um samba muito rápido, mas sim bem tradicional. Devido o tempo ter sido reduzido agora para 75 minutos, estamos com menos paradinhas. Faremos duas de apresentação para jurados e público, para que a escola ganhe tempo para desfilar. E o regulamento não nos exige apresentação para jurado, mas é sempre importante, ainda mais agora com a cabine dupla na avenida. Assim que a Liesa deu oportunidade de visitarmos a Sapucaí, nós fomos lá para ver como isso vai funcionar, e também a questão dos jurados reservas e estamos trabalhando em cima dessas mudanças – explicou mestre Caliquinho.

Já o carro de som conta, mais uma vez, com Leozinho Nunes no seu comando. O cantor explicou como se prepara no dia a dia para o carnaval e o que esperar desse samba na avenida.

– Esse samba nosso é muito forte, e ajudará a escola a desfilar bem. Ele remete a melodias mais antigas, é bem tradicional. A minha expectativa para esse samba é muito grande por tudo isso, e eu que sou novo posso aprender mais. No meu dia a dia eu me preparo com uma fonoaudióloga, e também durmo bem, 8 horas por dia, não bebo, não fumo. Eu vivo em função da São Clemente para que a gente possa fazer sempre um bom trabalho.

ensaio_sao_clemente-15Fabricio e Denadir, casal de mestre-sala e porta-bandeira da São Clemente, estão a todo vapor na preparação para o Carnaval 2017. O casal contou o que muda nessa resta final.

– A gente na virada de janeiro começou a fazer trabalho na praia, mas não de treino funcional, mas de dança mesmo, porque a gente ganha condicionamento físico e estabilização dos movimentos por causa da irregularidade do solo. A gente ensaia mesmo. A gente começou para junho ensaiando duas vezes na semana, e agora são quatro, reduzindo em fevereiro para garantir que a gente se canse menos. Muito ensaio perto prejudica um pouco, cansa – comentou o mestre-sala.

Denadir também falou da importância dos ensaios na quadra, com a comunidade, nessa preparação rumo ao carnaval.

– Na quadra, o ensaio com a comunidade, é importante porque a gente pode se apresentar para nossa comunidade. Mas o ensaio na areia e na avenida é mais proveitoso porque a gente ensaia diretamente o que vamos fazer no dia do desfile. E na quadra com a comunidade é mais cheio, aí é mais difícil, então é mais uma apresentação para a escola mesmo – contou Denadir.

Desde que se firmou no Especial, a partir de 2011, o melhor desempenho da escola foi o oitavo lugar em 2015, primeiro ano de Rosa Magalhães na escola. Agora, a escola busca vir pelo menos entre as seis primeiras e voltar no desfile das campeãs.

Deixe uma resposta