Severo Luzardo: ‘Temos a preocupação de mostrar enredo que ensine algo’

O CARNAVALESCO revela em primeira mão o enredo do Império da Tijuca para o desfile do Grupo A no Carnaval 2012. "Utopias – viagens aos confins da imaginação" será desenvolvido pelo carnavalesco Severo Luzardo. O tema vai falar do que o homem construiu e o que queria construir e não conseguiu.

Mostrar as utopias e os mundos imaginários da história da humanidade. Desta maneira que o carnavalesco Severo Luzardo espera levar o Império da Tijuca ao título do Carnaval 2012. Com festa na quadra da escola, localizada no Morro da Formiga, Severo junto com o pesquisador e co-autor do enredo Julio Cesar Farias, explicaram o que pensam em fazer no desfile do próximo ano.

– Fizemos questão de fazer uma pesquisa extensa para mostrar algumas histórias que ainda não passaram na Avenida. Aqui no Império existe a preocupação de trazer algum enredo que ensine algo para quem assiste ao desfile. Quando fizemos a pesquisa do enredo encontramos mais de quinhentas histórias que poderíamos ter colocado na sinopse. Tivemos que filtrar o que vamos mostrar, pois, precisaríamos de vários desfiles para mostrar tudo que descobrimos – afirmou Severo.

Para Tê, presidente da Verde e Branco da Formiga, quanto antes à escola começar a preparar o carnaval, menor será o orçamento necessário para colocar um carnaval competitivo na Avenida.

– Nosso enredo é totalmente autoral. Se conseguir patrocínio para uma escola de Grupo Especial é complicado, imagina para as escolas de Grupo de Acesso. É mais difícil ainda. Temos o costume de começar a construir nosso carnaval cedo, pois, podemos contar com profissionais do Grupo Especial que ainda não estão trabalhando para nos ajudar a fazer o nosso desfile. Neste ano fizemos uma boa apresentação e mantivemos nosso time. Contratamos, apenas, a Alice Arja para a comissão de frente. Tenho certeza de que vamos fazer uma excelente apresentação no próximo ano – disse Tê, presidente da escola.

Um dos temas abordados pelo presidente da escola da Formiga foi a possível saída do intérprete Pixulé, que estaria sendo sondado pela nova diretoria do Império Serrano.

– Não tenho nenhuma oposição em relação à saída do Pixulé. Mas ele tem um contrato a cumprir e seria legal da parte de qualquer interessado em contratá-lo vir conversar comigo. Se for o caso, conversaremos para negociar uma possível saída. Por enquanto, o Pixulé segue no Império da Tijuca e queremos continuar contando com ele – finalizou.