Tesão de Carnaval

Calma gente, minha crônica não é sobre filme pornográfico não. É sobre o primeiro dia de ensaios na tão querida Marques de Sapucaí. Todos que estiveram por lá estavam com o mesmo sentimento, com a mesma vontade: ver de fato o carnaval começando. Puro e legitimo tesão de carnaval que a gente só mata com os ensaios!

A chuva chata que insistia a cair e a pouca iluminação do lado em que as obras estão acontecendo não tiraram a animação dos componentes da escola nilopolitana. Canto forte foi o ponto alto dessa primeira noite. O cuidado deve ser redobrado ao quase trava língua onde alguns componentes pareciam pouco familiarizados ou não treinados, onde se canta: “na casa nagô na luz de xangó AXÉ……….ritual de FÉ, chegou de ……………. ORIXÁ” apenas as palavras em maiúsculo eram cantandas com a mesma força que o samba todo. Ponto de atenção.

A comissão de frente passou simpática e tímida, o famoso passo de cortesia, sem novidades ou pistas do que apresentará. Normal. O 1º casal de mestre-sala e porta-bandeira teve apresentação bem capaz, sem fantasia e sem movimentos extravagantes, o trivial bastou para animar todos os setores por onde passaram.

Algumas alas trouxeram adereços de mão, chapéus, máscaras, dando um destaque maior para seus componentes que dançavam e cantavam radiantes. Tão radiantes quanto o 1º casal de mestre-sala e porta-bandeira que surgiu em frente da correta bateria. Selminha descalça se apresentou novamente com Claudinho, quando estavam próximos ao setor 11 para delírio dos poucos que assistiam por lá. Outro delírio era o passista masculino que veio fechando o desfile, com muito porte ao sambar levantava as arquibancadas. Estávamos sentindo falta disso! Samba!

Para o primeiro ensaio, fomos muito bem saciados, nosso desejo de ver o carnaval começar e chegar logo só aumenta a cada dia. Na próxima semana teremos Império Serrano, Portela, Ilha, Rocinha, Tijuca, Mocidade, Renascer e Tuiutí, no domingo foi só um tira-gosto, bem gostoso por sinal.

Comente: