Tranquilidade marca apresentação do mestre-sala e porta-bandeira da Inocentes

 

 

O trabalho pesado do casal de mestre-sala e porta-bandeira valeu a pena. Essa é a opinião de Douglas e Cintia após o desfile da Inocentes de Belford Roxo. 
De acordo com o primeiro mestre-sala, a passagem pela Avenida foi boa. - Fizemos tudo o que ensaiamos. Agora, vamos esperar o
resultado na quarta-feira -, afirma a porta-bandeira. 
A mesma impressão teve seu parceiro. - Foi maravilhoso. Passamos com tranquilidade, não tivemos problemas com a roupa e pudemos mostrar nosso trabalho para os
julgadores -, completou Douglas. 
O casal, cuja fantasia representava os índios da ópera e as cores das pinturas, também partilham a opinião quanto ao novo Sambódromo. 
- Não sentimos diferença. Inicialmente, achamos que iria interferir, mas não atrapalhou - finaliza Cintia.
 

 

Comente: