Três empresas apresentam propostas para patrocinar o Carnaval 2018 do Rio de Janeiro

marcelo_alves_rioturA Riotur abriu na tarde desta terça-feira os envelopes do chamamento público para obtenção de cotas de patrocínio para realização do Evento “Carnaval do Rio 2018” em diversos locais espalhados pela cidade no Rio de Janeiro. O site CARNAVALESCO apurou que três empresas apresentaram propostas. A única já aprovada foi a Antarctica, que pegou a quota de R$ 8 milhões, através da AMBEV.

Duas empresas ainda terão que ser analisadas pelo jurídico da Riotur. A Uber indicou, via Lei Rouanet, a quota de R$ 10 milhões, e a Dream Factory, que até o Carnaval 2017 administrava o carnaval de rua dos blocos, ofereceu mais de R$ 74 milhões por três, ou seja, R$ 24 milhões por ano, mas no escopo idêntico ao caderno de encargos da Riotur para o Carnaval 2017, sendo a responsável por todo o carnaval de rua da cidade.

Agora, outras empresas interessadas também podem participar, mas sem o chamamento público, procurando diretamente a Riotur. Vale lembrar que os valores não são para os desfiles, mas para todo o evento chamado pela Riotur de Carnaval de Rio 2018.

Em entrevista ao CARNAVALESCO, Marcelo Alves, presidente da Riotur, explicou e comemorou o resultado do chamamento.

– Uma vitória do carnaval. As marcas aceitaram. Três propostas. Uma aprovada e as outras duas estão sendo analisadas pelo jurídico. Vamos incrementar ainda mais a receita. Todos ganham. Estamos vivendo momento econômico difícil. Antecipamos o chamamento, pois são negociações duras – disse Marcelo Alves.

Foram disponibilizadas para aquisição dos proponentes 13 quotas de patrocínio, divididas nas seguintes modalidades: patrocinador apresentador do carnaval (1 quota de R$ 20 milhões); patrocinador oferecimento do carnaval (2 quotas, cada uma de valor igual ou maior que R$ 8 milhões); patrocinador do carnaval (dez quotas, cada uma de valor igual ou maior que R$ 2 milhões).