Tuiuti surpreende e anuncia encomenda de samba-enredo para o Carnaval 2018

thor_compositoresDurante a leitura da sinopse do enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”, de autoria do carnavalesco Jack Vasconcelos, o presidente do Paraíso do Tuiuti, Renato Thor, surpreendeu e anunciou que para o Carnaval de 2018 não haverá disputa de samba-enredo, porque a agremiação decidiu encomendar a obra. Os compositores escolhidos foram Dona Zezé, Jurandir e Aníbal, que fazem da relação de maiores campeões da escola, e chamaram também Moacyr Luz e Claudio Russo, acostumados na Renascer de Jacarepaguá com esse formato de encomenda e que são premiados todos os anos. O Paraíso do Tuiuti abrirá os desfiles da segunda-feira de carnaval do Grupo Especial.

– Vamos apresentar o samba para o Carnaval 2018 na primeira semana de agosto. Samba-enredo é 50% de um desfile e com esse enredo maravilhoso o Paraíso do Tuiuti precisa de um grande e bom samba. Conversei com os compositores escolhidos. A Zezé, o Jurandir e o Aníbal estão comigo há mais de 17 anos e sempre disputando. Me sentiria muito triste em um momento importante da escola no Especial não ver eles com samba na Avenida. Fizemos em 2017 um carnaval rico e com um conjunto de alegorias bacanas. Por isso, o Paraíso segue com o seu objetivo de ser uma escola do Grupo Especial – explicou Renato Thor.

Samba-enredo é 50% de um desfile e com esse enredo maravilhoso o Paraíso do Tuiuti precisa de um grande e bom samba, disse Renato Thor, presidente do Tuiuti.