Unidos de Padre Miguel retira verso de samba e grava bases para o CD da Série A

upm_gravacao_05092017dsc05830-copy

A Unidos de Padre Miguel fez uma pequena alteração na letra de seu samba-enredo para o Carnaval 2018. Na segunda parte da obra o verso ‘as margens da floresta vi brotar’ foi excluído da composição. A escola consultou o carnavalesco João Vítor Araújo sobre a mudança e o artista explicou que não alteraria o entendimento do enredo. A vermelha e branca gravou nesta terça as bases de bateria e a voz guia do intérprete Pixulé. Ele falou ao CARNAVALESCO sobre o samba e as alterações feitas.

– Eu tenho dado sorte na escola. São dois ótimos sambas nesses dois anos que estou na Unidos. No ano passado tivemos uma obra que vai para entrar para a história da agremiação. O samba do ano que vem se ocorrer o mesmo que aconteceu em 2017, vai demorar um bom tempo para essa obra sair da mente do povo. Isso depende de minha interpretação. Vou me empenhar para repetir o desempenho de 2017 e ajudar a escola. Tiramos uma linha do samba. Isso enriqueceu o samba. Perguntamos ao João Vítor se isso faria falta e ele disse que não. Melodicamente ficou melhor. Fiz um ajuste de tom na palavra ‘correnteza’ do refrão do meio. Canto um tom acima. No trecho que o verso foi suprimido também alterei a melodia das palavras para deixar o samba mais valente – detalha Pixulé.

O CD da Série A possui uma equipe fixa de ritmistas que desenvolve a gravação das bases mesclados com os ritmistas de cada escola. A Unidos de Padre Miguel levou uma equipe completa e nem precisou do auxílio da produção na gravação de alguns naipes. O mestre Dinho explica o que esperar da faixa da Unidos no CD e do desempenho da bateria Guerreiros na avenida.

– Nossa vontade é mostrar essa bela obra da nossa escola para 2018, com essa letra maravilhosa. Colocamos a bateria dentro do nosso estilo com uma pegada bem característica, dentro da proposta do nosso enredo. Mas para a avenida claro que pensamos em mais coisas – garante.