Unidos do Cabuçu quer voltar à Sapucaí em 2013 ‘dando a Elza’

 

O G.R.E.S. Unidos do Cabuçu tem o costume de homenagear personalidades em seus desfiles. Durante a sua história como escola de samba (desde 1984), já foram apresentados enredos sobre Beth Carvalho (no primeiro carnaval da escola, que valeu o único título da Cabuçu até hoje), Roberto Carlos, Milton Nascimento, Xuxa, Maurício de Souza, entre outros. E, depois de sete anos seguidos no Grupo C sem conquistar o sonhado acesso, a S.E.R.E.S Unidos do Cabuçu tenta se reformular com uma nova presidência e volta a fazer um desfile de homenagens em busca da volta à Sapucaí. A protagonista de 2012 é a cantora e compositora Elza Soares.

A escola de Lins de Vasconcelos (Cabuçu é o nome da rua onde a sede da agremiação se situava e não se refere ao bairro de Nova Iguaçu) vai falar sobre a vida de Elza, como contou, em entrevista ao CARNAVALESCO, o presidente Carlos Alberto Vieira. "Falamos das raízes da Elza, de sua infância pobre no morro e como ela consegue se tornar esse grande nome da música brasileira. Mostraremos sua carreira, suas premiações, seus amores e suas devoções."

Segundo Carlos Alberto, integrantes e torcedores da Unidos do Cabuçu estão empenhados em fazer um grande carnaval. "Nosso samba foi muito bem feito e a comunidade já está com ele no gogó. Vai ser desgastante, pois nossa escola será a última a se apresentar, mas estamos com o espírito guerreiro da nossa homenageada e vamos fazer uma bela apresentação."

A escola contará com duas alegorias, três tripés e, aproximadamente, 950 componentes. A Cabuçu é a 14ª escola a se apresentar na Passarela Popular do Samba, encerrando os desfiles do Grupo C.

Enredo "A Cabuçu dá a Elza na avenida!"

14ª e última escola

Conheça a letra do samba-enredo

Autores: Sylvinho, Jeferson, Lair e Laércio

Intérprete: Sandrinho do Beco

Oh! mulata assanhada
Musa do poeta sonhador
Vem fazendo pirraça, meu povo te abraça
"E assim nós vamos vivendo de amor"
Foi Ary Barroso, que a grande estrela descobriu
Vem chorar meu cavaquinho pra dançar o "miudinho"
A diva que é orgulho do Brasil

Samba, rock, funk e blues
Elza Soares, seu cantar seduz
Brilhou no salgueiro plantou a semente
Sua paixão é mocidade independente

O amor…
"Beijo na boca" sua voz rouca, sedução…
Um gênio de pernas tortas
"Deu Elza no seu coração", oh! doce paixão…
Uma estrela nunca para de brilhar ô ô
Veste o manto rubro negro pra vibrar (mengo…)
É a voz do milênio e do amor
Que Jorge o Guerreiro abençoou

É no show da bateria que a mulata vem sambar
Seu gingado tem magia, e feitiço no olhar
Comunidade vem cantar feliz da vida
Sou Cabuçu e "vai dar Elza na avenida"

Comente: