Veja os vídeos dos desfiles do Grupo E na íntegra

Inicialmente gostaria de agradecer aos leitores pelo sucesso que foi a coluna anterior. É muito gratificante ver o reconhecimento do público em relação a essas escolas. É apenas mais uma prova da relevância cultural das mesmas para a cidade. Comecei pelo Grupo E propositalmente. Imaginei que esses registros que precisam ser feitos também seriam os mais difíceis de encontrar no YouTube e afins. Na mosca, o que é uma pena também, pois como vocês mesmos constatam são desfiles bem interessantes.

Para não quebrar o ritmo e mantermos o clima de carnaval no ar, resolvi aumentar o número de escolas aqui apresentadas, agora serão seis. Na próxima coluna fecho o Grupo E com os desfiles completos de mais três escolas. Para os Grupos D e C já pensei em uma estratégia diferente com a apresentação e publicação de todos os desfiles de uma vez só. Enfim, aguardem os próximos capítulos.

União de Guaratiba

A União de Guaratiba ficou licenciada durante um ano e retornou em 2011 aos desfiles. Sendo uma das quarto últimas, em 2012 desfilará na FBCERJ.A importância da União de Guaratiba para a cidade se atesta por sua posição no mapa. Localizada na região mais distante do centro da cidade do Rio de Janeiro é um pontinho isolado das áreas de maior concentração de escolas. Temos ai um dos argumentos dos defensores da redução do número de escolas derrubado, afinal com quem a União de Guaratiba vai juntar para formar uma nova escola forte? O esforço da escola esse ano era nítido quando comparado a história recente, mas mais uma vez falta organização para sustentar sua estrutura. Melhor seria o estado intervir objetivando manter esses grupos vivos e não sugerindo sua extinção. Essa é apenas minha opinião. Tem umas coisas nessas escolas de singeleza ímpar, vejam o senhor que representa Monteiro Lobato em cima do carro. Esse deve ter sido um momento marcante na vida dele. A bateria da escola estava bem legal também.

Infantes da Piedade

Infelizmente várias escolas que não se sustentaram no grupo E desfilaram em sequência. Isso gerou uma quebra brusca na qualidade dos desfiles. Aqui temos mais uma escola extinta esse ano. Mais uma vez a marca da desorganização e da falta de estrutura salta aos olhos. A importância do grito de guerra para sentir o clima do que a escola apresentará, já antecipa o triste desfile no momento que o intérprete justifica "aos trancos e barrancos, vamos fazer nosso trabalho". A Infantes da Piedade desfilou basicamente com duas alas e a bateria. Não tem baianas, não tem crianças, não tem passistas, nem comissão de frente. Lá no início do desfile a velha-guarda apresenta a escola.

Boêmios de Inhaúma

Tem várias coisas legais no desfile do Boêmios. Começa pelo esquenta com "Fogo e Paixão", ainda que não seja um samba da escola, é original, diferente. Depois a pequena porta-bandeira abrindo a escola que encantou ao público presente. Quem viu a Boêmios nos últimos anos comprova que ela também fez um dos melhores desfiles nos anos correntes. Infelizmente, não foi possível salvar a escola rebaixada a bloco de enredo (isso é tão estranho, uma escola virar bloco, que até tenho dificuldades pra escrever).

Matriz de São João de Meriti

Mais uma vez os efeitos de uma boa concentração aqui aparecem. Desde o esquenta a Matriz de São João de Meriti esbanja energia. No seu segundo ano de desfile a escola de Meriti lembra os áureos tempos da Unidos da Ponte com um chão de impressionar. Além do canto fortíssimo, um bom carro de som comandado por Joãozinho e organização impecável da harmonia são os pontos fortes. Poderia ter levado o caneco com justiça.

Paraíso da Alvorada

Aposto muito que o Paraíso pode crescer sob o comando do jovem Wando. A paixão que ele nutre pela escola é comovente e antiga. O desfile desse ano teve ainda como fator positivo certo resgate da auto-estima dos moradores do Complexo do Alemão. A escola nunca escondeu a identificação com o Alemão, tanto que estampa as cores da Alemanha na bandeira. No enredo isso fica claro com referências ao teleférico.

Arame de Ricardo

O Arame realmente é fogo! Cheguei a apostar que poderia abocanhar o título, correndo por fora. Realmente a escola fez sua melhor apresentação plástica dos últimos anos e chegou perto da taça. Prestem atenção no samba de esquenta, uma das letras mais lindas que já vi, o samba "Vida" foi composto por Gaú nos tempos em que a escola disputava o "Banho de Mar a fantasia" ainda como bloco. Por isso acho mais interessante que as escolas mesmo as de história recente enquanto escola desfilem com sambas originais. Agradeço aos leitores Irley José e o presidente do Arame Cesar Gomes pelas informações sobre o samba de esquenta.