Vera Lúcia conta detalhes de sua administração e revela os planos para o Império Serrano

Depois de assumir o Império Serrano com um mandato tampão em julho do ano passado, a atual presidente Vera Lúcia Corrêa lança a chapa 'Agora é a Vera' no disputado pleito que definirá o nome responsável por comandar a tradicional agremiação da Serrinha no triênio 2012-2014. Vera recebeu a reportagem do CARNAVALESCO em sua sala, na quadra da escola, e falou sobre diversos temas. A eleição acontece no próximo domingo.

Projetos

Bom já mudei algumas pessoas da minha diretoria e tenho dois patrocínios muito bons para o Carnaval 2012. Ainda não posso revelá-los, é segredo. Tenho o Daniel como diretor de marketing, que vai trazer muitas coisas boas para o Império Serrano. Para o tempo que estou aqui no Império tenho conseguido coisas boas.

Reforma na quadra

Estive sexta-feira passada com o Eduardo Paes e ele prometeu que as obras irão começar já na semana que vem. Essas obras iriam até começar antes, em agosto, mas pedi que ele não fizesse a obra naquele momento porque não teria como colocar meu Carnaval na rua. Ele me disse que pelo fato de o Império Serrano ser a última escola desse projeto ele será ainda melhor, vai mandar a maquete pra cá com as melhorias. Pedi a ele para que fosse feita no terreno atrás da quadra, que pertence à Prefeitura, uma vila olímpica, e ele disse que quando as obras na quadra terminarem vai fazer isso.

Culpa pela crise financeira

Isso é uma bola de neve. Vem de várias gestões passadas. Foram assumidos compromissos que não tínhamos condições de cumprir. Hoje o Império Serrano deve R$ 3 milhões, mas me orgulho que, de agosto até agora, as minhas contas foram aprovadas por unanimidade. Há muitos anos isso não acontece no Império Serrano. O presidente que sentar na cadeira não terá dívidas minhas. As dívidas são anteriores. Se eu continuar, quero negociá-las e começar a limpar o CNPJ da escola, porque não podemos comprar nada no comércio em nome do Império Serrano. Devemos muito aí na praça. Tudo o que eu consegui comprar no último Carnaval foi através do meu crédito, do meu cheque. Se formos usar o nome do Império Serrano ninguém nos vende nada. São muitas processos trabalhistas contra a escola, pessoas que trabalharam no barracão e não receberam. Paguei algumas coisas que eu tive condições de pagar e vou renegociar caso continue. 

 

Origens no Império

Cheguei aqui com oito anos e fui esposa do Ribamar Corrêa de Souza, presidente do Império durante dois mandatos. Tenho muito conhecimento de Império Serrano. Já passei por todos os departamentos da escola e estou lutando pelo reerguimento do Império Serrano. Este é o sonho de todo imperiano.

Lesga

Sou a única mulher na Lesga, mas sou uma mulher de garra e questionei muito o resultado do Carnaval. Questionei os jurados. Eles não tem critério. Foi citado inclusive pelo presidente da Lesga, que também é presidente da Inocentes, que deram dez para as alegorias dele mesmo tendo passado todas quebradas. Ele mesmo comentou que deram dez porque ele era presidente da Lesga. Os jurados tem que ser pessoas muito bem capacitadas e selecionadas para julgar os quesitos. Houve muita surpresa este ano. Não questiono nem o Império Serrano, mas tinham escolas cotadas para serem as campeãs e não foram. Existem coisas que precisam ser aprimoradas para que a gente possa ter um resultado digno. A escola merecedora tem que ganhar o Carnaval.

 Desfile do Império Serrano de 2011

Na minha opinião fizemos um desfile maravilhoso. Houve falhas sim, porque sem verba e condições financeiras eu consegui trazer profissionais para trabalhar no Império Serrano por amor. Cantor, carnavalesco, mestre-sala e porta-bandeira, ninguém foi remunerado. Passei muita dificuldade para colocar o Império na Avenida. Erramos sim, mas a gente erra para depois consertar. O ser humano é passível de erro e está sujeito a isso. A Família Imperiana tem muita garra e sempre faz um desfile maravilhoso, seja em qual grupo for. Quando sentei na sala da presidência, não tinha nem um real em cima da mesa. Os credores quando souberam que tinha um novo presidente vieram todos em cima. Você não tem noção o que eu passei aqui nesse período.

 Profissionais que estão hoje na escola

Continua o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Carlinhos da Paz e Victor Cunha também continuam, apesar de isso não impedir que eu contrate outro profissional. Não vou descartar as pessoas que nesse período difícil me ajudaram, seria uma ingratidão. Quer fazer mudanças sim, mas trazer profissionais para trabalhar junto com aqueles que estão na escola. Tenho um novo carnavalesco, mas ainda mão posso falar. 

 Principal rival na eleição

Na última eleição concorremos Hélton Dias e eu. Achava nada mais justo do que eu e ele disputássemos essa eleição. Na época que a escola mais precisou nós estávamos aqui. Houve um empate na eleição. Eu ganhei por ser uma grande benemérita. Respeito todos os outros. Gosto muito do Carola e o Átila é um menino muito bom que nasceu aqui dentro. Vamos aguardar… Desejo sorte para todos eles, não tenho inimizade com nenhum deles. Vamos aguardar o que a Família Imperiana vai decidir.  

Dívidas imperianas

Pretendo chamar as pessoas para que essas dívidas sejam renegociadas. Tenho dois patrocinadores que irão me ajudar a equilibrar o Império Serrano financeiramente. A escola tem muitas dívidas, mas vamos trabalhar com honestidade para pagá-las.

 Momento inesquecível com o Império na Avenida  

Foi o desfile deste ano. Por toda a dificuldade que eu passei para colocar a escola na Avenida. Quando eu olhei pra trás e vi o Império Serrano armado na Avenida me emocionei muito. Não pude fazer melhor porque não tive condições. O que me surpreende é que as pessoas que passaram por aqui ficaram anos e anos com boas condições de trabalho, inclusive no Grupo Especial, e não conseguiram fazer um Carnaval de bom nível. Quando eu fui na Lesga pegar o dinheiro que o governo dá às escolas de samba, de R$ 371 mil, tive que deixar lá R$ 200 mil, fiquei só com R$ 171 mil para fazer o Carnaval. Tudo isso por causa de dívidas antigas. Eu me orgulho de ter feito esse Carnaval no Império junto com a minha equipe.

    Recado para os imperianos

Gostaria que todos os candidatos, inclusive eu, deixassem o que tem de bom para o Império Serrano. Se você é mesmo imperiano e tem algo bom para a escola, não pode deixar pra trás só porque perdeu a eleição, não pode haver vaidade. Se eu perder essa eleição deixo meus dois patrocínios para a escola. Todos os candidatos tem propostas boas. São imperianos e meus amigos. Não quero que aquele que perca se afaste da escola. O Império Serrano é uma família. Precisamos de união para levar a escola de volta ao Grupo Especial. Não podemos ficar no Grupo de Acesso. Quero reconduzir a escola ao Grupo Especial e ao caminho dos títulos.