Vila Isabel e Grande Rio encerram domingo e segunda-feira de carnaval

A Liga Independente das Escolas de Samba realizou na noite desta quarta-feira o sorteio da ordem do desfile do Grupo Especial do carnaval 2012. Pelo regulamento, a campeã do Grupo A, Renascer de Jacarepaguá, abre o Domingo de Carnaval e a São Clemente, última colocada este ano, será a primeira a desfilar no segundo dia. A Vila Isabel e a Grande Rio encerram os desfiles do Especial, no domingo e na segunda-feira, respectivamente. Durante o período de troca, houve duas mudanças: Mangueira e Tijuca, além de Beija-Flor com Porto da Pedra. Confira acima a ordem:

A Cidade do Samba foi o palco do sorteio. Ainda com as marcas do terrível incêndio, o lugar está com tapumes da empresa responsável pelas obras nos barracões atingidos pelo fogo, o sorteio foi realizado normalmente e com a presença dos convidados da Liesa. No seu discurso de abertura, o presidente da Liga, Jorge Castanheira, ressaltou que era importante realizar o sorteio na casa do sambista. Jorge Perlingeiro foi o apresentador da noite.

Antônio Pedro, secretário de Turismo do Rio e presidente da Riotur, esteve presente e participou da mesa do sorteio. Em seu pronunciamento, ele explicou o processo das obras na Cidade do Samba, no Sambódromo e como está o andamento da remoção das escolas que estavam nos barracões do Carandiru.

Na hora do sorteio, os presidentes e representantes das agremiações ficaram juntos no palco. Na primeira etapa, os dirigentes escolhiam o dia de desfile. Nelsinho (presidente da Beija-Flor) e Fernando Horta (presidente da Tijuca) foram "duelar". O nilopolitano ficou com a bola seis e o tijucano com a oito. Com isso, Horta escolheu desfilar na segunda-feira.

O esquema seguiu com Vila Isabel e Salgueiro. A presidente salgueirense Regina Celi quis segunda-feira. Mesmo caso da União da Ilha, que teve mais sorte que a Imperatriz. No duelo Mocidade e Grande Rio, a escola de Caxias ganhou e também quis desfilar na segunda-feira.

O lado triste da noite ficou por conta do tombo sofrido pelo presidente da União da Ilha, Ney Filardi, que não viu a rampa do palco e acabou caindo quando estava falando com os presentes na mesa do sorteio. O dirigente levantou e após ser atendido no palco, foi levado de maca para ambulância e após um rápido e eficiente atendimento, voltou e participou normalmente do sorteio. Sorridente, Ney mostrou bom humor e não ficou abatido com o tombo.

Mais uma vez, as escolas puderam trocar suas posições de desfile nos dez minutos permitidos pela Liesa para qualquer alteração. Nesse momento, diretores e até carnavalescos correram para o palco para conversarem com os presidentes. A Beija-Flor acabou trocando com a Porto da Pedra, além da Unidos da Tijuca que mudou sua posição com a Mangueira.