Vila Isabel quer canto, canto e canto no ensaio técnico

A Unidos de Vila Isabel realizará seu primeiro ensaio técnico esta noite no Sambódromo. A escola que conquistou o quarto lugar nos últimos três carnavais quer tentar chegar ao título, que alcançou pela última vez em 2006. Com o enredo sobre Angola, a agremiação vai tentar repetir o efeito Kizomba, um dos carnavais mais lembrados por todos da escola.

Em conversa com o CARNAVALESCO, Júnior Schall, diretor de carnaval da escola, explicou o que todos na azul e branco estão esperando nesse ensaio:

– Nós conversamos e queremos o canto, canto e canto dos nossos componentes. Sabemos que temos uma excelente obra,  dito inclusive por vocês da imprensa , por isso queremos trazer o público para junto deste samba. A Sapucaí vai abraçar a Vila. Queremos abraçar o público e também queremos que eles abracem a Vila.

A agremiação levará para a Avenida 2200 componentes – todas as alas já estão completas. A passagem pela Sapucaí incluirá tripés para marcação das alegorias, assim como todos os componentes da composição irão ensaiar.

Ainda de acordo com Schall, a escola não terá alas coreografadas nesta noite:

– Logo mais, o folião, o expectador e o amante da Vila verão a Vila Isabel trazendo samba no pé. A escola vai vir compactada, queremos trazer a celebração desse samba, a celebração de Angola. A Vila vai oferecer ao público esse grande samba.

Neste domingo, três escolas vai realizar seus ensaios começando pela Santa Cruz às 19h, seguida pela Grande Rio e, finalizando a noite, a Unidos de Vila Isabel.