Villa Rica conquista a Série D. Acadêmicos de Madureira e Corações Unidos do Jardim Bangu também sobem para a Série C em 2019

 Por Diogo Cesar Sampaio

serie-dA Unidos da Villa Rica, escola que já frequentou o grupo Especial em 1995, foi a grande campeã da Série D. Com o enredo “Rio de Janeiro- Pedaço do meu Brasil, Terra de Encantos Mil” a azul e amarela obteve 269,5 pontos, e o acesso a Série C. O presidente da agremiação, Eduardo Cortes, comentou a emoção do campeonato.

– Depois de muita luta, um carnaval sem dinheiro, subir e ser campeã não tem prazer maior. O quê o pessoal tá sentindo, é coisa muito boa mesmo – disse o presidente.

A Acadêmicos de Madureira obteve 269,4 pontos na apuração, alcançando assim o vice-campeonato. Com o resultado, a agremiação desfilará pela Série C em 2019. Após a apuração, o presidente Josimar Viana falou com o site CARNAVALESCO, e agradeceu todos que apoiaram a escola para chegar no resultado.

– Eu estou muito feliz. Quero agradecer a toda minha comunidade primeiramente: complexo da Serrinha, São José, Patolinha, Favelinha. Agradecer ao Mercadão de Madureira, ao deputado Dionísio Lins, a todos que estão ali, ano a ano conosco. Eu tô muito feliz de ter ascendido a Série C. Foi muita luta, foi muito difícil para gente, ainda mais esse ano com essa crise que teve, com os cortes de subvenção. Mas com toda dificuldade, com toda a garra, nós conseguimos – declarou o presidente.

Terceira colocada com 269,3 a Corações Unidos do Jardim Bangu, escola recém fundada, fará sua estreia na Série C em 2019. A primeira porta-bandeira da agremiação falou da sensação que sentiu pelo resultado e pelos 40 atingidos.

– É muita emoção, muito nervosismo. A escola é muito nova, não tem nem 2 anos de existência, e já subindo assim para Série C é muito emocionante. Graças a Deus tirei os 40, e ajudar a escola com as notas não tem preço – afirmou a primeira porta-bandeira.