Wagner Araújo fala sobre confusão na Imperatriz

O diretor de carnaval da Imperatriz Leopoldinense, Wagner Araújo, afirmou ao site CARNAVALESCO que o episódio envolvendo o presidente da escola, Luizinho Drummond e o diretor de bateria, mestre Marcone, ainda não ganhou maiores desdobramentos. Wagner estava a caminho do barracão da escola na Cidade do Samba e deu sua versão para o ocorrido.

– Ainda não sei o que será resolvido. Na hora, eu não estava na sala, cheguei depois e o presidente já tinha deixado a quadra, assim como o Marcone toda a garotada da bateria. A minha preocupação foi com as pessoas que estavam na quadra e não entenderam nada. Achamos por bem encerrar as atividades por não haver como continuar o samba. Não sei quando haverá uma definição quanto a situação do Marcone, ainda não conversei com o presidente – revelou ele, que no momento da confusão concedia entrevista ao CARNAVALESCO em outra sala da quadra da Imperatriz.

Comente: