Wilsinho sobre enredo: ‘Não está definido, existe outra possibilidade’

 

 

Depois de publicado na coluna do jornalista Ancelmo Gois que o enredo da Unidos de Vila Isabel abordaria os movimentos culturais do Brasil rural, o presidente da escola, Wilsinho Alves, negou que o martelo já tenha sido batido. Ele confirmou que esta é uma das hipóteses, mas não a única possível. Segundo ele, uma conversa com a carnavalesca Rosa Magalhães, que chega nesta quarta-feira ao Rio de Janeiro, fará com que a definição do enredo avance um estágio.


– As pessoas tomaram isso como uma verdade não sei bem o porquê. O tema ainda está sendo estudado, não está definido, existe outra possibilidade. A Rosa estava em Manaus, chega ao Rio hoje e terei uma conversa com ela antes da viagem que ela fará para Londres. Sou um cara bem aberto, era só me perguntar, mas as pessoas preferem agir de outra forma. Com certeza alguém passou essa informação, ela existe, mas não é definitivo, ainda precisamos acertar alguns detalhes. Como sempre declarei aqui na Vila Isabel não existe esse negócio de patrocinador interferir no trabalho de criação e pesquisa do carnavalesco – disse Wilsinho.


Uma das opções que bateram a porta da Vila Isabel, foi a de um enredo sobre a China, mas a hipótese está descartada.
 

 

Comente: