Referência como porta-bandeira e sambista, Selminha Sorriso é presença certa na Ação de Natal feita pelo site CARNAVALESCO, além dos projetos SAC, Só Vamos e Sefras. A pandemia da Covid-19 levou ainda mais pessoas para viverem nas ruas do Centro do Rio de Janeiro. Esse ano, a porta-bandeira da Beija-Flor citou que o encontro foi fundamental para muitos poderem ter uma refeição no fim do ano.

“Estar aqui é ser presenteada. Posso me tornar um ser humano melhor. Entendendo que os meus problemas não são maiores. Sou muito grata por participar dessa ação. Cada ano que passa é um cenário diferente. Me marca muito. A fome aumentou, são mais pessoas na rua, e nós estamos fazendo nossa parte para tentar minimizar a dor dos irmãos”.

A Ação de Natal doou mais de 500 quentinhas. Dessa vez, o local escolhido foi o Largo da Carioca, no Centro do Rio, e, o local ficou lotado de moradores em situação de rua que esperavam suas refeições, água, refresco, serviços de saúde e alguns presentes, como mochilas, roupas e até brinquedos.

“Precisamos lutar por um país onde as pessoas tenham dignidade para viver. Não podemos esquecer de nos colocarmos no lugar dos outros. O nosso presente maior é a saúde. Quando virar o ano vamos estar mais próximos da vacina”, afirmou Selminha.

Perguntada sobre o carnaval, a porta-bandeira citou a possibilidade dos desfiles em julho de 2021, caso tenham autorização do poder público e das autoridades sanitárias.

“Espero que o carnaval tenha mais força, que as pessoas valorizem mais essa festa, que não é só folia, também é meio de sobrevivência para muitos de nós. Será um carnaval diferente, no meio do ano, mas o carnaval da emoção. As disputas não devem ser priorizadas, mas a gratidão de pisarmos no solo sagrado da Marquês de Sapucaí”.

Comentários