A ala de compositores do G.R.E.S São Clemente se reuniu para compor um samba em homenagem aos 60 anos da escola, comemorado neste dia 25 de outubro. Ricardo Góes, presidente da Ala dos Compositores, explicou o processo de criação do samba-enredo.

Fotos: Divulgação

“Cada um trouxe uma ideia. Nós tentamos juntar a letra de uns com a melodias de outros compositores e saiu essa linda obra. Não conseguimos nos encontrar pessoalmente, foi tudo na base de troca de mensagens. Espero que os clementianos gostem do nosso presente”.

O compositor Helinho 107 destacou que a rivalidade das disputas foi colocada de lado e os clementianos se juntaram para presentear a preto-amarelo com esse samba.

“Somos concorrentes e também já fomos parceiros em outros anos, mas somos amigos antes de tudo. A São Clemente é uma grande família. Todos se respeitam e se admiram. A escola está em primeiro lugar”.

O samba é de autoria de Ricardo Góes ,Helinho 107, Eugênio Leal, Rodrigo índio, Alexandre Araujo, Cláudio Filé, Julinho, D´Jouara, Marcelo Adnet, Armandinho do Cavaco, Leonardo Bessa, Rodrigo Telles, , Naldo, Aranha, Fabiano Paiva, Edmar Jr, Edu da Cuíca, Nelson Amatuzzi, Igor Marinho, Fábio Rossi, Chico Frota, Serginho Machado, Pedro Machado, Edinho, James Bernardes, Rodrigo Gonçalves, Gustavo Albuquerque e Magro da São Clemente.

Segundo Eugênio Leal, autor da ideia, foi uma experiência interessante fazer a obra com tantos compositores.

“Foi uma experiência muito legal poder escrever ao lado de tantos amigos, pessoas que nunca compuseram juntas. Poderíamos ter feito quatro, cinco sambas diferentes com a quantidade de ideias que tínhamos”.

Em 2022, a São Clemente vai levar para a avenida o enredo “Minha Vida é uma peça”, homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo.

Confira a letra do samba: São Clemente – 60 anos

Bate bola na areia
Tem samba na veia
A amizade transformou
Barrica em batucada
Bela Vila iluminada
A Zona Sul então sambou
E a Bandeira que encanta e me arrepia
Do bloco uma escola se criou
A doce ilusão do sambista, alma de artista
Um sonhador!

Ivo, eterna saudade…
Herança de orgulho e amor

Fui pequenino, sem lar, sem destino
Viajei na zorra do boi voador
Da crítica eu fiz o meu caminho
Gritei que o samba sambou
De bumbum de fora
Virei a avenida de pernas pro ar
Vem que a festa é agora
60 anos de história
Meu povo chegou pra cantar
Vem que a festa é agora
60 anos de história
Mais um Mestre no infinito a nos guiar

Sou fiel clementiano
Minha família é alegria, irreverência
Botafogo na avenida
A paixão da minha vida
São Clemente é resistência!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.