A Assembleia Legislativa do Rio vai homenagear Carlos Eduardo Arcanjo de Oliveira, o Mestre Dudu, que há mais de 10 anos comanda a bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel, vai receber a Medalha Tiradentes. Maior honraria concedida pela Casa, a entrega da medalha foi proposta pelo deputado Átila Nunes (PSD) e aprovada por unanimidade. No ensaio técnico, os ritmistas da “Não existe mais quente”, apelido dado a bateria da escola, mostraram um pouco do que vão levar para a Sapucaí neste Carnaval. Em alguns momentos dos desfiles, eles param de tocar todos os instrumentos e viram para o público simulando as flechas de Óxossi, homenageado pelo enredo deste ano.

“A comenda representa o reconhecimento pelo trabalho e dedicação do mestre Dudu à frente da bateria da escola de Padre Miguel há mais de 10 anos. A homenagem é mais que merecida. Ele tem um papel importante no desempenho da Mocidade, que é uma das favoritas ao título deste ano. Importante destacar que o enredo da agremiação nos ajuda a divulgar a liberdade religiosa e o combate ao preconceito no estado ao falar de Óxossi’, defendeu o deputado Átila Nunes.

Comentários