Atenção! O alerta de treta foi atualizado com sucesso no Carnaval Wall! Reality show que se preze tem confusão e o primeiro voltado para o mundo do samba não seria diferente. Durante a primeira festa, a “Pool Party do Branco”, os confinados beberam além da conta e uma palavra mal interpretada gerou uma confusão entre a porta-bandeira Waleska e a musa Flávia Felix. Depois de muito bafafá e desabafos no barracão, a paz voltou a reinar na casa. Vale a pena conferir o episódio na íntegra abaixo:

O episódio 5 contou ainda com a prova da comida e o público pode entender melhor qual a função do Ian Sunjad dentro da casa. Ele está ali para semear a discórdia e tirar o juízo dos confinados. “Acho que eles vão achar que sou a pior pessoa do mundo! Vou precisar de escolta quando sair (risos). Vou semear a discórdia!”, brincou o músico durante conversa com a apresentadora Mari Rodrigues.

Já era noite, os participantes já estavam um pouco alterados, quando Flávia chamou Waleska por um nome que ela não curtiu nenhum pouco. Os outros participantes da casa tentaram intervir e fazer as sambistas se entenderem. Enquanto isso, lá estava o angolano. Isso mesmo! Ele continua na casa e os participantes não estão entendendo nada!

No dia seguinte, Waleska foi até o barracão desabafar. “Estou de boa, sou uma pessoa good vibe, não tenho problema com ninguém. Os outros estão entrando na minha onda. Não sei se é pra fazer VT. Família, é o seguinte, não fiz nada, tô de boa curtindo o rolê, a mona me estranhou e não sei qual é. É isso, família! Não tem o que falar porque eu também não entendi até agora, é isso!”.

Logo em seguida foi a vez de Flávia desabafar e contar sua versão da história. “O que aconteceu ontem foi uma frescura, conforme falei desde o início do reality, minha boca não é baú e, não é mesmo. Conforme eu já falei, tenho um hábito na minha família, já pedi desculpa, perdão, porque já é um hábito na minha família brincar. Pra mim, o significado de quenga, na vida real é o que? Ser puta. Mas pra mim é um sinônimo de carinho. É estranho? É estranho, mas… Se eu magoei, já pedi desculpa, já pedi perdão e chega!”

Mais tarde as duas voltaram a se falar normalmente, o que não está nada normal é a presença do cantor Sunjad. Ele está sempre do lado dos participantes ouvindo as conversas, pega comida da panela enquanto Sérgio está cozinhando… Tem gente que já está perdendo a paciência com o artista, mas os sambistas não sabem o porquê o cantor ainda está na casa. A produção não avisou o motivo para os confinados.

Ao final do dia chegou a parte boa! Hora das compras! Rolou a prova da comida, um por vez, cada representante da equipe confete e da equipe serpentina deveria ir até o balcão e escolher um alimento. As comidas são separadas, cada grupo possui sua dispensa e sua geladeira própria. E aí, será que vai acontecer mais alguma treta por conta da divisão da comida? Fique ligado no próximo episódio!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.