Por Matheus Mattos

Quarta bateria da segunda noite de desfiles, a Pura Cadência apostou na sustentação do ritmo e convenções executadas dentro do andamento. O ritmo apresentado teve um bom equilíbrio das caixas com os surdos de marcação. Os leves também demonstraram entrosamento durante a execução do andamento.

Pra exemplificar a qualidade, a maior bossa apresentada se baseia no desenho do tamborim. Logo no trecho “Tijuca, faz esse meu sonho acontecer”, o instrumento citado entra no corredor pra que a proposta seja escutada por todos ritmistas.

Durante o ataque da cozinha durante a convenção, todo os ritmistas faziam um pequeno movimento de agache, coreografia imitada até pelos sambistas nas arquibancadas.

Além da parte rítmica, a alegria pode também ser considerada um destaque. Os ritmistas desfilaram felizes, soltos, seguindo coreografias.

Os cavacos optaram por trazer um andamento mais seguro, com poucos arranjos mas com palhetada firme na execução do samba. Algumas atrasadas propositais puderam ser escutadas.

Comentários