Em almoço realizado na tarde desta quarta-feira, no Palácio Guanabara, o prefeito Marcelo Crivella e o governador Wilson Witzel conversaram sobre os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro. Após o encontro, o prefeito revelou que uma empresa está interessada em assumir o apoio ao carnaval da cidade.

“Uma empresa está interessada em pagar R$ 100 milhões para Liesa. O carnaval será privatizado. A prefeitura não consegue suportar”, disse Crivella.

Witzel voltou a afirmar que quer o Sambódromo funcionando o ano inteiro. “O que eu penso do Sambódromo e que ele tem que funcionar o ano inteiro. Basta um contrato, um modelo ideal para que isso aconteça”, disse o governador ao G1.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui