Abrindo o desfile da escola do Largo da Batalha com a força dos rios, chuvas e riachos, as matriarcas representavam as “Sacerdotisas marítimas”. A fantasia das baianas se destacava pela predominância do pano branco e no bordado da saia. Com tons dourados e roxos se alternando nas extremidades, dando um brilho e bailado diferente no momento do giro.

As baianas também possuíam um acessório de cabeça com muito brilho, conchas e penas num degrade do rosa para lilás. Além disso, na parte das costas apresentava-se um grande laço na cor prateada com penas nas cores verde, amarelo e rosa.

Roseli Martins, torcedora ferrenha da azul e branco, afirmou que a fantasia cumpria o que estava no enredo.

“A fantasia estava ótima para o giro, ainda mais que o tempo abriu e não estava chuvoso. Quando a Sossego entra na avenida, é Niterói que entra junto com ela”, disse Roseli.

A torcedora Marinete Souza concordou com a companheira de ala. “É a terceira vez que desfilo e foi maravilhoso. A fantasia estava perfeita e achei belíssima. Não tivemos problema nenhum, isso é ótimo”, completou.

Comentários