COMPOSITORES: MARCELO GUIMARÃES, ROGÉRIO DA MATA, TUBARÃO, ALMIR MENDONÇA, LEANDRO RATO, DRÉDI
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL: JOTA PÊ

SOU OBRA PRIMA QUE NASCEU DE OBATALÁ
A MELANINA QUE DÁ ÁFRICA SOPROU
O ÉBANO, VIGOR EXUBERANTE
E A MENTE BRILHANTE, UM PENSADOR
VENCENDO O FOGO E A VISÃO DO PASSADO
ACENDO A CENTELHA, SORRISO NO OLHAR
VALENTE, ORGULHOSO, DE PUNHO CERRADO
CORRENTES, EU HEI DE QUEBRAR
A SABEDORIA LIBERTA, O VERBO DESPERTA
A FORÇA DE CADA COR
SOU NEGRO BEIJA-FLOR
SOU NEGRO E BEIJA-FLOR

CABANA Ê KALAMBA, CABANA Ê KALAMBA
PRETO VELHO QUE NOS GUIA, POESIA SOBERANA
LÁ DO ALTO ALUMIA, ALMA NILOPOLITANA

AFRO BRASIL…
BENDITO SEJA SEU CAMINHO
NA VOZ QUE ECOA DE UM MESTRE NEGUINHO
TALENTO QUE VOA NOS PALCOS E TELAS
PRÍNCIPES E CINDERELAS QUE VIVEM UM SONHO,
SÃO CRIAS DO NOSSO QUILOMBO
BAIXADA CARENTE, DE GENTE DA GENTE
PRETOS SIM, IRMÃOS GENIAIS
PRETOS SIM, E SOMOS IGUAIS
PELOS CAMINHOS DA LUZ
E AOS OLHOS DO PAI

EMPRETECER O PENSAMENTO
NO TOM QUE FIRMA O TAMBOR
RECONHECER QUE AINDA É TEMPO
DE OUVIR A VOZ DO BEIJA-FLOR (OGUM)

OGUNHÊ, NO ORUM AYÊ
DUDU TI LÊ, ODORA

Comentários