Sucesso de público, a feijoada do camarote Kasa Carioca reservou momentos de emoção para os sócios Victor Araújo e Patrícia Hodara. A dupla, que está lançando o empreendimento este ano na Sapucaí, convidou o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira do Salgueiro para representarem a marca que fará sua estreia no setor 04 da Avenida durante o desfile das escolas de samba programado para abril.

Foto: Anderson Borde/Divulgação

Apaixonados pela vermelha e branca, os sócios do Kasa têm em Marcella Alves e Sidclei Santos uma referência. “O Kasa tem a proposta de recriar na Sapucaí a atmosfera dos antigos carnavais e, nada melhor do que um casal que prima pela perfeição em suas apresentações, que é sinônimo de cumplicidade determinação, para representar o nosso espaço em um ano onde a ousadia em investir em um segmento como o Carnaval precisa ser observada”, comenta Victor.

O amor ao Carnaval e ao Salgueiro, que será atração em todos os dias da folia, também é algo a ressaltar. Segundo Patrícia Hodara, o espaço idealizado para receber 400 foliões por noite com requinte e bom serviço, é o grande desafio dos sócios este ano.

“Nós sonhamos com este camarote por algum tempo e, mesmo diante das dificuldades oriundas da pandemia, não desistimos. Todos os empresários de camarote estão tendo que se reinventar e nós estamos na mesma linha. Queremos mostrar que o carnaval não é só diversão, é um excelente negócio para as marcas”, comenta.

Comentários