Camila Silva não é mais a rainha da bateria Não Existe Mais Quente, da Mocidade Independente de Padre Miguel. A bela, que também é rainha do Vai-Vai em São Paulo, surpreendeu torcedores da escola com um comunicado em suas redes sociais onde acusa a verde e branca de estar esperando uma outra postulante ao cargo, mediante um pagamento, segundo a ex-rainha. Dentro deste contexto, ela optou por se afastar. Confira na íntegra o comunicado de despedida de Camila.

“Prezados amigos, através deste texto, venho me dirigir a toda comunidade
da minha querida Mocidade bem como aos demais segmentos da agremiação que é com profunda tristeza que comunico o meu desligamento do posto de Rainha da Bateria Não existe mais Quente, cargo que tive muito orgulho e amor em defender. Esta minha decisão foi motivada depois de ser comunicada de que a minha permanência dependeria de caso não houvesse uma candidata disposta a pagar por esse posto. Quero deixar bem claro que entendo as dificuldades financeiras da escola que por esse fato, resolveu negociar o posto ocupado por mim, mas também afirmar que não sou e nunca serei a segunda opção de nenhuma escola de samba ou de nenhuma postulante ao cargo. Outro fato que precisa ser esclarecido é que a saída de meu querido amigo e carnavalesco Alexandre Louzada da agremiação não teve influência nesta minha decisão, pois ele sempre soube do meu amor pela Mocidade e que ele teve seus motivos e eu os respeito, porém, desde a posse da nova diretoria, não obtive nenhum comunicado de confirmação do desejo por parte dos dirigentes sobre a minha permanência e isso me fez sentir como se diz popularmente ’em banho-maria’. Sou uma sambista, sou bem acostumada à ter o chão como minha zona de conforto mas também sei cair e ‘sacudir a poeira’ e me por de pé e de cabecça erguida, seguir em frente pois ‘desde que o samba é samba, é assim’ e é ‘sambando que eu mando a tristeza embora’. Deixo o meu agradecimento especial ao mestre Dudu e aos seus maravilhosos e tão queridos ritmistas por tantos momentos de alegria em nosso convívio, meu respeito à velha-guarda e as baianas e todos os demais que sempre me trataram com carinho.
Salve a Mocidade!”

Mocidade rebate: ‘posto não é comercializado

A Mocidade Independente de Padre Miguel, por meio de uma nota oficial, agradeceu os três anos de serviços prestados por Camila e defendeu-se afirmando que o posto de rainha de bateria da escola não é comercializado.

“A Mocidade Independente de Padre Miguel agradece a dedicação e postura exemplar apresentada por Camila Silva durante os últimos três anos como rainha da bateria mais tradicional do carnaval. Temos total convicção que Camila honrou o posto e terá sempre portas abertas em nossa agremiação. Mesmo morando em São Paulo, esteve presente em diversos eventos e ensaios, se integrando inteiramente ao cotidiano da verde e branca e tornando-se amada pelos ritmistas e a comunidade. Acrescentamos que o posto de rainha de bateria da Não Existe Mais Quente não é comercializado.”

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui