Canal do Panamá é representado no terceiro carro do Estácio de Sá

883

Por Larissa Rocha

No segundo dia de desfiles da Série A, o Estácio de Sá entrou na Avenida homenageando o Cristo Negro, imagem encontrada por um pescador das águas de Porto Belo, no Panamá. O terceiro carro da escola, intitulado “Orgulho Panamenho: O canal de amor para unir dois oceanos”, representava o Canal do Panamá – o elo entre os oceanos, uma das sete maravilhas do mundo moderno.

O carro coreografado trouxe as cores vermelho e azul para representar as águas do Atlântico e do Pacífico, e a união entre elas. Além de destaques da comunidade, a alegoria também trouxe a Miss Panamá e cavalos azuis e vermelhos para ajudar na composição.

Por ter pouco conhecimento sobre o Canal do Panamá, Roberto dos Santos, um dos componentes da alegoria, fez o dever de casa para representar uma das sétimas maravilhas do mundo na Avenida e acredita na vitória da agremiação.

“A escola está muito bonita, os ensaios foram maravilhosos. A Estácio vem batendo na trave nos últimos anos, mas, este ano, a vitória será nossa”, disse, confiante.

Já a atriz Roberta Chavez se emocionou ao representar na Sapucaí parte da história de um país que visitou recentemente.

“Eu já passei pelo Panamá em uma viagem e agora desfilei em uma escola que contou um pouco da história do povo de lá. Para quem não conhece, é impossível não sentir vontade de ir’, disse.

Comentários