Os candidatos à Prefeitura do Rio foram convidados para um game proposto pelo Jornal O Globo, onde tiveram de responder perguntas sobre diversos assuntos da cidade. Duas dessas perguntas tratavam do carnaval especificamente. 13 dos 14 candidatos participaram. Apenas Henrique Simonard (PCO) não respondeu aos questionamentos enviados.

O primeiro questionamento proposto pelo jornal foi acerca da realização do próximo desfile no Sambódromo. A Liesa já tomou a decisão de adiar o evento em virtude da pandemia do novo coronavírus. Mesmo assim o veículo perguntou aos candidatos se os desfiles devem ser adiados para o meio do ano que vem. Oito candidatos responderam que depende, cinco disseram concordar com a decisão de adiamento e nenhum declarou estar em desacordo com o adiamento. Veja abaixo a resposta de cada um.

O carnaval deve ser transferido para o meio do ano de 2021?

Bandeira de Mello (REDE): “Depende da avaliação das autoridades de saúde.”

Benedita da Silva (PT): “Depende. A candidata não justificou a resposta.”

Clarissa Garotinho (PROS): “Sim. Porém, isso tem que ser planejado com o trade de turismo, com as escolas de samba e com associações de blocos.”

Cyro Garcia (PSTU): “Depende. Desde que até lá estejam regularizadas as condições sanitárias e as aglomerações não impliquem em riscos.”

Eduardo Paes (DEM): “Depende. Volto a dizer que a primeira coisa que temos de pensar é na segurança da população e tomar decisões baseadas na medicina. Esse calendário único para o carnaval em julho, proposto pelo ACM Neto, pode ser uma boa alternativa.”

Fred Luz (NOVO): “Depende. Determinados eventos devem ser realizados na data natural, religiosa, e outros eventos de maior complexidade poderão ser adiados para alguma outra data.”

Glória Heloíza (PSC): “Depende. Prefiro que não, mas se for necessário, para a segurança de todos, que assim seja. Na minha gestão irei dialogar com os promotores e dirigentes do carnaval, com o intuito de encontrar soluções para que tenhamos um grande evento.”

Luiz Lima (PSL): “Sim. Aparentemente não há mais tempo hábil para as escolas se organizarem para os desfiles no começo do ano. O carnaval é muito importante para a cidade, para o turismo, hotéis, restaurantes, bares. É uma festa carioca.”

Marcelo Crivella (REPUBLICANOS): “Depende. O candidato não justificou a resposta.”

Martha Rocha (PDT): “Sim. É preciso dialogar para chegarmos a um entendimento acerca das condições de realização do carnaval em outro período. O importante é garantir as condições sanitárias e não prejudicar a grande economia que gira em torno do carnaval.”

Paulo Messina (MDB): “Sim. O candidato não justificou a resposta.”

Renata Souza (PSOL): “Depende. Se houver vacina, sim. Mas se até lá não houver imunização da população, o carnaval deve esperar.”

Suêd Haidar (PMB): “Sim. Porque ainda não temos uma vacina que evite a COVID-19. Ineditamente, grandes eventos mundiais foram adiados. O carnaval deve ser adiado com dialogo e chamando os cientistas para proporem um modelo adequado de organiza-lo neste período difícil que estamos vivendo.”

A segunda pergunta deu origem a um dos maiores debates da gestão de Marcelo Crivella. A Prefeitura deve apoiar financeiramente as escolas de samba? Durante o mandato do pastor, houve significativa redução do apoio e um embate grande entre o prefeito e os dirigentes de ligas e agremiações. Os candidatos foram maioria em concordar com o apoio financeiro da prefeitura. Sete concordam e três responderam que depende. Clarisa Garotinho (PROS), Fred Luz (NOVO) e Marcelo Crivella (REPUBLICANOS) disseram discordar da subvenção pública dada às escolas. Veja todas as respostas abaixo.

Você concorda com o patrocínio da prefeitura para escolas de samba?

Bandeira de Mello (REDE): “Depende. É preciso uma avaliação de custo-benefício e prestação de contas com transparência.”

Benedita da Silva (PT): “Sim. A candidata não justificou a resposta.”

Clarissa Garotinho (PROS): “Não. Mas é importante que a prefeitura garanta a realização do evento até que o setor privado seja capaz de arcar com tudo sozinho. É um evento que atrai turistas, além de gerar emprego e renda na nossa cidade.”

Cyro Garcia (PSTU): “Sim. O carnaval é uma das manifestações culturais mais importantes de nossa cidade, além dos impactos positivos na economia.”

Eduardo Paes (DEM): “Sim. O carnaval é uma manifestação cultural importantíssima e tem um retorno financeiro gigantesco para a cidade por causa do turismo. O caminho ideal é que o poder público estabeleça as condições necessárias para que as escolas conquistem autonomia financeira e não precisem mais do patrocínio da prefeitura.”

Fred Luz (NOVO): “Não. A Prefeitura deve criar condições e apoiar para que o carnaval seja rentável para os promotores do evento.”

Glória Heloíza (PSC): “Sim. Com certeza! Uma gestão eficiente e transparente do Carnaval do Rio, internacionalmente reconhecido, será uma de nossas fontes permanentes para a geração de emprego e renda. O Rio é vocacionado para o turismo amplo, incluindo aquele promovido pelos grandes eventos, espetáculos e negócios.”

Luiz Lima (PSL): “Sim. Todos que têm retorno com as escolas de samba devem patrocinar o espetáculo. Prefeitura, televisão, fornecedores, rede do turismo, todos ganham com o carnaval carioca.”

Marcelo Crivella (REPUBLICANOS): “Não. O candidato não justificou a resposta.”

Martha Rocha (PDT): “Depende. Da forma como era feito, com a distribuição de dinheiro, sou contra. Mas se forem definidos critérios transparentes e contrapartidas que aproximem as escolas de suas comunidades, projetos culturais e educacionais ao longo do ano, é adequado.”

Paulo Messina (MDB): “Depende. O candidato não justificou a resposta.”

Renata Souza (PSOL): “Sim. Além de ser um patrimônio cultural, o carnaval traz lucro para a cidade. Vou assegurar a subvenção ao carnaval e medidas de transparência para festa.”

Suêd Haidar (PMB): “Sim. A Prefeitura deve ajudar a desenvolver a cultura na cidade, pois é muito importante para o desenvolvimento humano. Além disso, o carnaval traz recursos para a cidade.”

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui