O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Imperatriz Leopoldinense, formado por Phelipe Lemos e Rafaela Theodoro, realizou o primeiro ensaio, na terça-feira, na quadra da agremiação, em Ramos, Zona Norte do Rio, rumo ao próximo desfile. A dupla retoma a parceria após sete anos afastada. Lemos e Theodoro dançaram na verde, branco e ouro de 2011 a 2015.

Foto: Divulgação

“Voltar a dançar na Imperatriz e com a Rafaela é voltar a um passado vitorioso com a certeza de um futuro muito próspero. Somos parceiros na dança e na vida e vamos honrar muito esse pavilhão”, comemora o mestre-sala.

Juntos, Phelipe e Rafaela já gabaritaram o quesito e conquistaram dezenas de prêmios da mídia especializada ao longo dos anos.

“Nós fomos lançados ao Carnaval pela Imperatriz. Tenho certeza que essa retomada será de muito sucesso já em 2023. Trabalharemos muito duro para isso”, afirma a porta-bandeira.

A reestreia da dupla acontecerá na feijoada do próximo dia 05 de junho, que contará também com apresentação de toda equipe da Imperatriz para o próximo Carnaval. As informações do evento ainda serão divulgadas.

Além de Phelipe, a escola de Ramos, presidida por Cátia Drumond, contratou o carnavalesco Leandro Vieira, o coreógrafo Marcelo Misailidis e o intérprete Pitty de Menezes.

Comentários