A história do patrono Castor de Andrade será enredo da Unidos de Bangu no Carnaval 2021. A Vermelho e Branco da Zona Oeste levará para a Marquês de Sapucaí “Deu Castor na cabeça”, desenvolvido pelo carnavalesco Clécio Régis.

No final dos anos 60, Castor assumiu a direção do Bangu Atlético e conquistou diversos títulos, como o inesquecível Carioca de 1966. Castor também foi Presidente da Mocidade Independente de Padre Miguel, sua escola de coração, onde faturou cinco títulos.

“É uma grande honra falar sobre o Castor de Andrade, com certeza a nossa escola fará um belo desfile na Marquês de Sapucaí em 2021. Estamos muito confiante no trabalho do nosso carnavalesco Clécio, que é uma figura bastante popular e querida por todos no bairro de Bangu. Será um ponto primordial em relação ao nosso enredo”, declarou o Presidente Thiago Oliveira.

Apaixonado pelo bairro da Zona Oeste, Clécio Régis criou diversas obras para enfeitar as ruas de Bangu com telas e painéis, além de criar um museu para valorizar e preservar o lugar que escolheu para viver e permanece há quase 40 anos.

“Este será um carnaval diferente com uma linha estética fugindo totalmente dos padrões tradicionais, logicamente inspirada em carnavalescos que admiro muito. É a realização de um sonho antigo, que está se tornando realidade no meu bairro tão querido de Bangu. Estamos vindo para fazer história”, contou o carnavalesco Clécio Régis.

Comentários