Fotos: Gustavo Lima

O site CARNAVALESCO esteve presente no aniversário de 50 anos da Sociedade Rosas de Ouro, na noite de sábado, em São Paulo, e ouviu profissionais da escola sobre o cinquentenário de uma das maiores escolas de samba do país.

Presidente do Rosas de Ouro, a presidente Angelina Basílio, falou dos momentos especiais. “Fizemos carnavais inesquecíveis. Os títulos, claro, mas também fizemos excelentes carnavais em 2005. O primeiro título de 1983 marcou muito. A nossa trajetória é muito interessante, com enredos muito marcantes. Para o futuro, podem esperar muito mais. Essa comunidade é maravilhosa. É uma grande família e que vem se fortalecendo de cinco anos para cá. Nosso enredo para 2022 é super atual, estamos falando dos rituais de cura, e o último setor fala da vacina. Estou muito feliz com esse enredo. O samba também tem o dom de curar”.

O carnavalesco Paulo Menezes, que chegou no Rosas de Ouro, no ano dos 50 anos da escola, contou como está a preparação para o desfile do ano que vem.

“Sempre é especial. Fiz os 90 anos da Portela e agora os 50 do Rosas. São datas muito importantes. Espero na apuração dar um presente para toda escola. Nosso enredo fala dos rituais de cura. As maneiras que o homem encontrou para curar os outros. Posso dizer que para o mês de outubro estamos bastante adiantados. Já terminou ferragem e estamos terminando nossas esculturas. A nossa comunidade vai entrar na Avenida para emocionar o Anhembi e se curar de todos os males. É hora de comemorar e trazer a arquibancada junto com a gente”.

Melhor bateria do Grupo Especial de São Paulo em 2020, premiada com o ESTRELA DO CARNAVAL, mestre Rafa falou da volta do samba e do aniversário da escola. “A escola faz 50 anos e estar aqui tem um gosto a mais. É um recomeço. Estamos aqui comemorando a vida. Todos com saúde. Estou desde pequeno aqui. Cheguei muito cedo. A escola se tornou uma senhora. Hoje é um dia muito especial. Esse tempo sem evento foi muito difícil. Ficar sem ensaio, show e carnaval. Sempre trabalhei com eventos, foi apertado, mas as coisas estão melhorando. É bom ainda estar se cuidando e nossa bateria vem apresentando grandes trabalhos, dando show, alegrando a comunidade e o povo do samba. Vamos levar quatro bossas, sempre trabalho com o pé no chão”, disse.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.