Num desfile de Sábado das Campeãs, dois rapazes que desfilavam sobre gigantescos elefantes, que decoravam a traseira de uma alegoria da Imperatriz Leopoldinense, exageraram na cerveja. E foi justamente no meio do desfile que um deles teve vontade de ir ao banheiro. Sentiu a bexiga apertar, apertar, apertar… Mas, em vez de descer para ir ao
banheiro, decidiu se aliviar ali mesmo. Virou para trás e urinou… em cima dos empurradores!

A turma da força acusou o golpe, mas continuou empurrando o carro. Já na Apoteose, porém, deu-se a vingança: um dos empurradores retirou o pino que prendia os elefantes. E os dois sujeitos acabaram entrando para os anais da Avenida, como os primeiros a terem que pular do alto de elefantes sem freios!

Pareciam os que Alexandre e Aníbal, na Antiguidade, enchiam de vinho para massacrarem os inimigos.

Comentários