Depois de optar por uma reedição no Carnaval 2019, a São Clemente voltou a realizar concurso de samba para 2020. Neste sábado a preta e amarela de Botafogo define em sua quadra, no Centro do Rio, o seu hino oficial para o enredo ‘O Conto do Vigário’, de autoria do carnavalesco Jorge Silveira. Três obras se credenciaram para o sonho de representar a escola na avenida no ano que vem.

Jorge Silveira conversou com a reportagem do site CARNAVALESCO sobre a relação entre a reedição de 2019 e a safra para 2020. De acordo com o artista, ao reeditar um dos enredos clássicos da história da escola neste ano, a São Clemente incutiu na sua ala de compositores seu histórico perfil satírico de volta.

“Eu acho que o momento da reedição foi um marco muito importante, pois a escola se reconheceu no seu verdadeiro espírito. Isso acabou potencializando o processo de criação dos compositores. Tudo isso contribuiu muito para essa safra rica e com a cara da São Clemente. Será uma grande escola e o samba nos levará a mais um grande trabalho na avenida”, destacou.

O carnavalesco usa uma metáfora para designar o reconhecido perfil jocoso que marca os grandes carnavais da São Clemente. De acordo com Jorge, se a São Clemente fizesse parte da seção de um jornal impresso ela seria a charge. Ainda para o artista o desfile deste ano é a afirmação de um trabalho iniciado em 2019.

“O acerto em relação a isso foi um trabalho no tempo. Em 2019 iniciamos o resgate satírico e cômico da escola que desemboca nesse enredo de agora. Os compositores conseguiram materializar isso, não apenas os finalistas. Tenho dito que cada escola de samba tem um perfil. Se a São Clemente fosse a editoria de um jornal impresso, ela seria a charge. E todos compreenderam 100% dessa proposta”, destaca.

Caminhando para o seu terceiro desfile em sequência na agremiação, Jorge não esconde a satisfação com a safra obtida no concurso deste ano.

“Estou pessoalmente realizado pois o sonho da escola só se completa com um samba que atenda nossas necessidades. A safra entendeu o nosso espírito. Essa resposta me deixa muito feliz pois os compositores não apenas entenderam o significado de nosso enredo mas a alma da São Clemente”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui