Por: Diogo Cesar Sampaio

Fazer a comissão de frente em um enredo em homenagem a Xangô, não é uma missão simples. Ainda mais, se tal homenagem estiver sendo feita por uma escola como Salgueiro, que tem forte ligação com o orixá. O coreógrafo Sérgio Lobato foi o designado a cumprir tal desafio. E em entrevista cedida ao site CARNAVALESCO, contou como está sendo a experiência:

“É muita responsabilidade. Mas se estou aqui, fazendo essa comissão nesse momento, é talvez porque Xangô quisesse, ou algum orixá quisesse também. Tenho muito respeito a esse tema. Não só pelo o que é o orixá, o que é uma religião, mas pelo o que é o Salgueiro também. No início, estava temeroso, mas no passar do tempo, as ideias fluíram. O carnavalesco Alex de Souza adorou, a direção também. Estão muito felizes com esse trabalho nosso. Agora é ir para Sapucaí, e lutar por esses 40 pontos.”

Sobre o que será apresentado por sua comissão no desfile oficial, Lobato faz mistério. Porém o coreógrafo adianta que não será nada relacionado à história em si do orixá. Mas sim, que terá algo haver com a relação de Xangô com a Academia.

“Aí é surpresa. Eu não posso falar mesmo, porque qualquer coisa que fale vai estragar. A única coisa que posso adiantar é que nós vamos trazer não uma história de Xangô, porque isso já foi muito narrado pela avenida, mas nós vamos trazer uma visão de Xangô e seu simbolismo para o Salgueiro.”

Com relação aos preparativos, o coreógrafo conta que os figurinos, que serão utilizados pela comissão, já se encontram praticamente todos prontos. Ele ainda revela que levará um tripé, que será de muita importância dentro da proposta que será levada.

“O ritmo de ensaios é todos os dias, desde 02 de janeiro, quando começamos. Os figurinos criados pelo Alex estão lindos, já estão na fase de acabamento, e já experimentamos. Usaremos um tripé, dentro da proporção necessária, e posso adiantar que é um tripé não motorizado. O trabalho que quis propor, até baseado no que eu queria para Xangô, , ele é todo artesanal. Até numa forma de economia do projeto. É um artesanal no sentido de todo dependente do trabalho humano.”

Em meio a grave crise que atravessa o carnaval, o Salgueiro teve de enfrentar também, em 2019, um conturbado cenário interno de instabilidade política e administrativa. Esses problemas nos bastidores estão levando a muitos a duvidar do que será apresentado pela agremiação na Sapucaí. No entanto, a escola quer dar a resposta na pista. Recém-chegado na Academia, o coreógrafo Sérgio Lobato comentou sobre como está sendo trabalhar mediante a isso tudo:

“É muito difícil esse momento. Esse último semestre passado, quando eu entrei na escola, os projetos foram muito engavetados por questões econômicas. A presidência apoiava, mas não tinha condições. E chegou um determinado momento, que até eu, honestamente, quis sair. Não por problemas com escola, mas achando que eu não teria condições de fazer. Mas depois do ingresso do presidente (André Vaz), ele fez não só um aporte econômico, mas emocional para todos nós. Ele tem nos apoiado e dado toda a estrutura possível. Com isso, conseguimos dar a volta por cima, e tenho certeza que faremos um grande carnaval. O salgueirense pode acreditar, nós vamos lutar.”

Lobato também falou como se deu o seu encontro com a Academia. Segundo o que o próprio coreógrafo conta, ele foi muito bem acolhido pela escola e manteve desde o inicio uma boa relação tanto com a administração anterior, comandada pela ex-presidente Regina Celi, quanto com a atual, de André Vaz.

“Fui muito bem recebido na minha chegada ao Salgueiro. Tanto pela primeira administração, da presidente Regina Celi, como pelo presidente atual André Vaz. Deram-me todo apoio. A direção de carnaval, o carnavalesco, o barracão, eu não tenho o que dizer de agradecimento a todos eles.”

O Salgueiro traz o enredo “Xangô”, desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza, na busca de seu décimo título. A Academia do Samba será a quarta escola a desfilar na primeira noite do Grupo Especial.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui