Em 2022, a São Clemente trará para a Marquês de Sapucaí uma homenagem ao humorista Paulo Gustavo, falecido em 2021 em decorrência da Covid-19. Uma das componentes da escola da Zona Sul este ano é a drag queen, Marcela Quianello, de 53 anos, que falou sobre a importância do humorista e a representatividade do trabalho do artista.

“É de uma importância muito grande essa homenagem a ele, em momento de tristeza que acontece no mundo, por conta da covid-19. Vivemos uma guerra todos os para que tenhamos saúde. Então exaltar o Paulo Gustavo é sorrir e brincar, que era o que ele tinha de bom, esse humor na veia”, comentou Marcela, que emendou:

“Pisar o pé na avenida com essa homenagem grandiosa vai ser incrível. Ele levantou a bandeira para que não exista preconceito de qualquer forma, homofobia, racismo, xenofobia, gordofobia, entre outras discriminações. É fabuloso poder participar disso. Vai ser uma emoção maravilhosa”, encerrou a componente da São Clemente.

Fã de Paulo Gustavo, a estudante de odontologia Marcella Capitão, de 24 anos, esteve presente no local, falou sobre o humorista e comentou o sentimento de perda após a morte do artista. “Ele era uma pessoa digna dessa homenagem, Paulo era alegria, emoção, igual ao nosso carnaval. Espero um desfile com muita diversão, comédia, com muita alegria, do jeito que ele era, e também um desfile muito emocionante. O Paulo, sem dúvida alguma, é um dos maiores nomes da comédia no nosso país”, disse a estudante, que complementou:

“É impossível assistir um trabalho dele sem dar risada. Quem nunca comparou a própria mãe com a Dona Hermínia? Toda mãe tem um pouco dessa personagem. E a perda do Paulo foi um choque pra todos nós, uma tristeza enorme, ainda mais do jeito que foi, com essa doença. Ficou um lugar no mundo do humor que não vai ser ocupado por ninguém, sempre será só dele”, encerrou.

Comentários