A Unidos da Tijuca, quarta escola a entrar na Avenida, na noite da última segunda-feira, trouxe para a Sapucaí o enredo “Onde Moram os Sonhos”, desenvolvido pela comissão de carnaval composta por Hélcio Paim, Marcus Paulo e Paulo Barros, que está de volta à escola após cinco anos. O anúncio oficial do retorno foi feito pela escola em junho, e deixou os Tijucanos muito felizes.

Maria Gomes, que desfila na velha guarda há seis anos diz que adora o casamento entre Paulo Barros e a Tijuca. “Uma dupla que deveria ser inseparável, ele é Tijuca, não é? Ele é a cara da Tijuca! Deve ser Tijuca até no sangue!”, brinca.

Maria do Amaral, que desfila na Tijuca há três anos, esse ano estava na ala 9, Arquitetura Colonial. Para ela, Paulo Barros é um dos melhores carnavalescos da atualidade. “Vamos dar a César o que é de César, Paulo Barros é um talento! Nós adoramos o fato dele estar aqui. Eu acho ele muito criativo em qualquer escola que ele está, mas eu acredito que a Tijuca seja a menina dos olhos dele”, conta.

Deuzenir de Abreu, uma das componentes da ala 22, Vou de Bicicleta, se considera suspeita pra falar sobre a parceria entre o carnavalesco e a Tijuca.

“Adoro ele, acho que a ausência dele deixa o nosso coração um pouco balançado, eu acho que ele tem um DNA tijucano, o que eu sinto é que mesmo que ele saia, a tijuca não sai dele, onde ele estiver a gente vai torcer pra ele, mas a vinda dele pra cá foi uma festa”, narra a componente, que desfila na Tijuca há seis anos.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui