Considerado uma das grandes obras do Carnaval 2019, o samba-enredo da Unidos da Tijuca surpreendeu a todos ao concluir a apuração sem a obtenção de nenhuma nota 10 no quesito. A desconfiança de muitos se confirmou com a divulgação das justificativas. Um dos julgadores tirou décimo da escola pela característica sacra da obra.

‘A ideia de um samba com ares de prece é ousada. Em alguns momentos funciona, em outros parece criar um conflito entre o perfil pagão do carnaval e a atmosfera de louvor imposta pela letra’, alega Felipe Trota em parte de sua justificativa.

Clayton Fábio Oliveira não cita as características de oração do samba tijucano e aborda um aspecto mais técnico para punir a melodia da Tijuca no desfile deste ano.

“O samba todo composto em tom menor, tem estrofes com excesso de escalas descendentes, o que faz que prevaleça uma certa austeridade no canto. No final da primeira estrofe as frases ‘o alimento em comunhão/ princípio da salvação’ força as sílabas da melodia”, aponta Oliveira.

Eri Galvão também destaca a melodia em menor em sua justificativa, embora elogia a criatividade dos refrões.

“Nas duas últimas linhas da segunda estrofe a melodia é um pouco mais baixa, o que provoca dificuldade no canto”, justifica.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui