Os leitores do site CARNAVALESCO e torcedores da Imperatriz Leopoldinense escolheram a equipe dos sonhos. Foram dois momentos: o primeiro com a indicação e o segundo com a abertura da votação popular. Somente quem já tinha desfilado pela agremiação poderia fazer parte do time da história.

O casal de mestre-sala e porta-bandeira da história da verde e branco é formado por Chiquinho e Maria Helena. Ele recebeu 78,9% (Phelipe Lemos levou 12,9 e Thiaguinho 8,2%). Ela recebeu 84,3 dos votos (Rafaela Theodoro ganhou 15,7%).

Para comandar a bateria da história da Imperatriz foi escolhido mestre Beto com 40,6% dos votos. Lolo teve 38,1% e Marcone 21,3%.

Preto Jóia venceu como intérprete dos sonhos dos torcedores da Imperatriz. Ele teve 76% dos votos. Dominguinhos recebeu 18,8% e Paulinho Mocidade ficou com 5,2%.

O diretor de harmonia da Imperatriz dos sonhos é Chopp. Ele recebeu 47,6%. Junior Escafura ganhou 37,8% e Chico Branco fechou com 14,6%.

Para o comando da direção de carnaval foi escolhido o experiente Wagner Araujo com 47%, seguido de André Bonatte com 40,5% e Marcos Aurélio Fernandes com 12,5%.

Fábio de Mello foi eleito com 74,1% o coreógrafo da comissão de frente dos sonhos da Imperatriz. Deborah Colker levou 15,2% dos votos e Alex Neoral terminou com 10,7%.

Rosa Magalhães venceu como carnavalesca da Imperatriz dos sonhos. A professora recebeu 79,7% dos votos. Leandro Vieira teve 12,8% e Arlindo Rodrigues ficou com 7,5%.

O samba para ser a trilha sonora da Imperatriz Leopoldinense dos sonhos é o de 1989. Ele ganhou 68,8% dos votos, seguido da obra de 1996 com 19% e a obra de 2005 teve 12,2%.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui