A Acadêmicos do Tucuruvi divulgou na tarde deste domingo o seu enredo e samba para o próximo carnaval através de uma live. O show foi transmitido no canal do Youtube da escola e da Liga-SP.  Nomeado como “De lá pra cá, o que mudou? Daqui pra lá, o que será?”, a agremiação volta com um enredo crítico, dessa vez sobre a modernidade do carnaval. É um tema que relembra a tradição, questiona o presente e projeta um futuro. O samba é assinado por Rodrigo Minueto, Diego Nicolau, Rodolfo Minueto, Marcelo Casanossa e Leonardo Bessa.

Ouça abaixo o samba e confira a letra:

TEMPO, ME LEVA
ME FAZ VIAJAR NOS TRILHOS DA SAUDADE
ONDE A GENTE SE PERDEU
E DEIXOU PRA TRÁS NOSSA SIMPLICIDADE?
OS PÉS NO CHÃO LEVANTANDO POEIRA
O VERSOS MARCADOS NO MEU CORAÇÃO
EU ERA FELIZ E NÃO SABIA
FUI O REI DESSA FOLIA
COROADO NA ILUSÃO

AH! QUEM ME DERA AMOR, PODER VOLTAR
NA TIRADENTES E REENCONTRAR
MEU POVO BRINCANDO COM LIBERDADE…A CANTAR

E HOJE, A ALMA DO SAMBISTA
ENGESSADA NESSA PISTA
ONDE QUEM TEM MUITO PODE MAIS
UM SHOW QUE SÓ IMPERA A VAIDADE
E O SAMBA DE VERDADE VAI FICANDO PARA TRÁS
OS BALUARTES QUE FIZERAM NOSSA HISTÓRIA
ESQUECIDOS NA MEMÓRIA, IMPLORANDO SEU VALOR
NO CHORO DA VELHA BAIANA
HA ESPERANÇA NO OLHAR
E A FORÇA DA NOSSA RAIZ
NINGUÉM PODE CALAR

DE LÁ PRA CÁ…O QUE MUDOU?
DAQUI PRA LÁ…O QUE SERÁ?
O SAMBA NÃO ACABOU NEM VAI ACABAR
SOU RESISTÊNCIA E VOCÊ TEM QUE RESPEITAR

Somando as duas transmissões, a agremiação teve uma boa média de espectadores, cerca de mil pessoas acompanharam simultaneamente. O carnavalesco Dione Leite, que assina ao lado do Fernando Dias, detalhou a proposta.

“A gente vai falar de passado, presente e futuro. O que nos trouxe até aqui? O que nos sedimentou como essa grande festa popular. Mas o samba também pede que a gente reflita sobre aonde podemos ter se perdido. Será que estamos no rumo certo? Será que a gente deixou pra trás toda simplicidade que fez a nossa festa ser o que ela é hoje?”, finaliza.

A Acadêmicos do Tucuruvi retoma a personalidade crítica presente na própria história. É uma proposta de reflexão, que questiona o modo em que o desfile é visto e preparado. A escola provocará a discussão sobre o luxo, o dinheiro e até o próprio regulamento, que segundo a proposta, prende o componente.

Estrutura e clima leve marcam live Show da Tucuruvi

Bastante comentada e compartilhada dias antes nas redes sociais, a live da Acadêmicos do Tucuruvi foi muito bem executada e organizada. A agremiação aproveitou um dos barracões e montou o palco utilizando as alegorias. O abre-alas do último desfile, que chama a atenção pela suntuosidade, foi o elemento principal.

A apresentação foi conduzida pela Tânia Oliveira e Waleska Gomes, que também é a primeira porta-bandeira. A presença delas, somada a liberdade do Intérprete Leonardo Bessa, proporcionaram um clima leve durante toda transmissão. Fato que proporcionou até mesmo para os intérpretes convidados (Freddy Vianna, Celsinho Mody, Carlos Júnior e Grazzi Brasil) uma atuação e uma presença bem mais natural.

Um dos destaques foi a apresentação do Freddy Vianna, cantor que permaneceu na escola por onze anos. Ele relembrou sambas históricos e comentou também sobre sua extensa passagem.

Mesmo distante da comunidade, motivo no qual respeita normas de segurança devido à pandemia do novo Coronavírus, muitos componentes apareceram através de vídeos, tanto cantando quanto com depoimentos.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui