O coreógrafo Marcelo Misailidis, comandante da comissão de frente da Beija-Flor, está produzindo equipamentos de proteção individual (EPI) para profissionais da saúde do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense.

Durante um mês de trabalho, com apoio financeiro da agremiação, Misailidis e sua equipe já produziram 700 unidades de protetores faciais transparentes, todos destinados ao Hospital Pedro Ernesto e a unidades hospitalares localizadas em Nilópolis.

Misalidis tem trabalhado de casa, completamente protegido para evitar a contaminação dos materiais em produção, está feliz com os resultados da iniciativa, que conta com o apoio de voluntários do Instituto Bees of Love.

“Quando estamos na Sapucaí, tenho consciência de que o resultado do trabalho que apresentado não é só meu, mas de toda a nossa comunidade. Ela se doa de corpo e alma para aquele espetáculo incrível e emocionante. Ajudar no combate ao coronavírus é representar a luta de toda essa comunidade”, afirma Misailidis.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui