A luz no fim do túnel começa a surgir para os profissionais das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro. O site CARNAVALESCO procurou o Corpo de Bombeiros e recebeu a informação que a desinterdição da Cidade do Samba será feita ainda essa semana. O prazo para realização das obras pedidas vai até 30 de abril de 2024.

“O Grupamento Operacional do Comando Geral (GOCG) será orientado, ainda esta semana, a proceder o auto de desinterdição da Cidade do Samba. Antes da reabertura da Cidade do Samba, a Liesa e a Prefeitura devem verificar se ainda existe alguma pendência/restrição a ser sanada junto a outros órgãos como, por exemplo, o Ministério Público”, informou a Diretoria de Serviços Técnicos do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro para o site CARNAVALESCO.

O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado na terça-feira e publicado na edição desta quarta-feira do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro. Ele estabelece prazos para adequações nos sistemas de prevenção e combate a incêndio e será encerrado após a plena regularização da edificação, quando é emitido o Certificado de Aprovação.

Corpo de Bombeiros informa que está prevista para essa semana a desinterdição da Cidade do Samba
Corpo de Bombeiros terá unidade na Cidade do Samba. Foto: Divulgação

Unidade do Corpo de Bombeiros na Cidade do Samba

Em janeiro de 2021, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Cidadania da Capital, obteve na Justiça decisão determinando a interdição da Cidade do Samba até que as instalações sejam reestruturadas de forma a minimizar os riscos de incêndio. A ação ressaltava que vistorias realizadas pelo Corpo de Bombeiros em diferentes anos identificaram não só irregularidades no estado das instalações, como também a ausência de plano de controle e prevenção contra incêndios. O Governo do Estado já autorizou a Liesa a tomar as providências necessárias para a instalação de uma unidade do Corpo de Bombeiros na Cidade do Samba, cuja reabertura acontecerá nas próximas semanas.

“Teremos a oportunidade de retomar os contratos com as seguradoras, para a formatação de novas apólices contra incêndio e proteção do patrimônio”.

Perlingeiro adiantou que a Prefeitura ajudará à Liesa na construção do alojamento para os bombeiros e demais dependências do destacamento, que suprirá uma carência no sistema de segurança contra incêndio na Zona Portuária. Lembrou que, atualmente, a unidade mais próxima dessa região é o Quartel Central dos Bombeiros, na Praça da República, a 20 minutos de distância – sem contar com a eventualidade de engarrafamentos e retenções no trânsito, comuns naquele perímetro.

O novo destacamento atenderá não apenas à Cidade do Samba, mas a toda Zona Portuária. E será instalado naquele local devido ao posicionamento estratégico e de suas amplas entradas e saídas, com bastante espaço para manobras das viaturas.

TAC para desinterdição do Sambódromo

O Sambódromo da Marquês de Sapucaí ainda segue interditado pelo Corpo de Bombeiros. Ao site CARNAVALESCO, a corporação informou que “não há ainda pedido de TAC para o Sambódromo. Em caso de solicitação é possível realizar a celebração do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC)”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.