O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, determinou que, neste carnaval, seja adotada uma medida inédita: a criação de um Gabinete de Operação durante todo o período das festas, instalado na Sala de Crise do Centro de Operações Rio (COR). Crivella orientou que essa espécie de QG atue nos mesmos moldes do gabinete de crise que funcionou na Copa do Mundo de 2014 e nas Olimpíadas de 2016. O COR, a RIOTUR e a Secretaria de Eventos, empresa de turismo do município, vão comandar a integração de todos os demais órgãos municipais ligados ao evento.

­”O mais importante é que a ordem e a paz prevaleçam enquanto as pessoas se divertem no carnaval e os moradores seguem em suas rotinas e necessidades eventuais de deslocamento. Então, esse é um período que precisa de atenção redobrada para garantir alegria com ordem pública a todos, incluindo os turistas que estão nos prestigiando em alta escala”, disse o prefeito Crivella.

O Gabinete de Operação vai funcionar direto nos fins de semana entre 8 de fevereiro e 1º de março, até o  encerramento do Desfile das Campeãs. As operações serão planejadas  durante a semana com reuniões de alinhamento e avaliação do que foi feito e o que pode melhorar.

Também vão participar das ações no QG do Carnaval a Secretaria Municipal de Saúde, a CET-Rio, a Comlurb, a Secretaria de Conservação, a Rioluz, a Guarda Municipal, a Secretaria de Ordem Pública (Seop) e a Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda.

“Essa integração é muito importante, porque podemos nos planejar para o que está por vir e nos dá agilidade para resolver qualquer problema que apareça durante os eventos”, declarou o chefe executivo do Centro de Operações Rio, Alexandre Cardeman.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui