Compositores: Alexandre Simpatia, Vinícius Amaral, Fred Lima, Flávio Back, Jr. Vidigal, Vanir Bachini e Jorge Vasconcelos

OH MÃE! PRINCESA DA MINA
MAHIN MENINA DA NAÇÃO NAGÔ
VESTIU A HERANÇA DA RAÇA… O FERRO E A MORDAÇA
CHEGANDO À BAHIA NAS MÃOS DO OPRESSOR
EM SUA ESSÊNCIA, FORÇA E RESISTÊNCIA
REGAVAM A SEMENTE QUE EM MIM GERMINOU
CRESCI UM LUTADOR, COM MEUS IRMÃOS DE DOR
CONTRA A INJUSTIÇA E A ESCRAVIDÃO
TESOURO DA BRANCA AMBIÇÃO
A HISTÓRIA NÃO SE DESFEZ, COM O SANGUE DOS MALÊS
CORRE EM MINHAS VEIAS, A CHAMA GUERREIRA
ALMA DA NEGRA MULHER BRASILEIRA

A PELE ESCURA SEDUZ O OLHAR
POR COBIÇA, RIQUEZA E GANÂNCIA
NÃO É CASTIGO, SERÁ MALDIÇÃO?
SER NEGRO COMO A TERRA DESSE CHÃO

CANAVIAIS… CAFEZAIS…
TRABALHO, SUOR E SOFRIMENTO
LAMENTO… QUEM NASCE LIVRE POR DIREITO
TER QUE PROVAR DE QUALQUER JEITO
QUE ERA SEM DONO E SEM SENHOR (LIBERTADOR)
LIBERTADOR FOI O VALOR QUE ME AGREGOU SABER..
E ASSIM…
FIZ AFLORAR ENFIM, SORRISOS NUM LINDO JARDIM
BODE? TALVEZ… NUNCA BURGUÊS
CONTRA O CRUEL, FIZ MEU PAPEL
MESMO EM MEMÓRIA COLHI O QUE MERECI

ECOA UM CLAMOR POR IGUALDADE
SALVE O POETA DA LIBERDADE

ROMPENDO OS GRILHÕES DE TODO ALGOZ
HOJE A CUBANGO CANTA POR NÓS!
VENCENDO OS GRILHÕES E TODO ALGOZ
É LUIS GAMA A NOSSA VOZ!

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui