O apresentador da TV Globo dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, Alex Escobar, participou da estreia do programa “Resenha dos Sambistas”, comandado por Junior Escafura, e falou sobre o futuro do carnaval de 2021 e o combate ao novo Coronavírus.

“Sem vacina não da para ter. O carnaval é festa da aglomeração. Só ela pode fazer ter carnaval”, disse Escobar.

Perguntado sobre os preparativos das escolas e o tempo de produção nos barracões, Alex Escobar falou o que vê quando visita os espaços.

“A São Clemente, que é uma escola organizada, começa em maio. Mas, na verdade, a maioria fala para gente que começa os trabalhos nos barracões em novembro e dezembro. Agora, como fica a questão do desfile sem vacina. Vai fazer teste de Covid-19 em três mil componentes de cada escola. Ou faz direito ou não faz. Restringir ala e aí vai passar escola pequena. Como vai ser a bateria desfilar com 300 componentes? Descaracteriza o carnaval, fica sem graça, chato e o carnaval não merece isso. Senão, fica meia boca. É melhor esperar”.

Comentários